TUCANOS

Propaganda do PSDB sobre mulheres na política é criticada por ausência de mulheres

Partido da governadora de Pernambuco, Raquel Lyra, PSDB recorreu ao presidente nacional da legenda para protagonizar a peça publicitária

Imagem do autor
Cadastrado por

Marcelo Aprígio

Publicado em 29/09/2023 às 11:06 | Atualizado em 29/09/2023 às 11:10
Notícia
X

O PSDB se tornou alvo de críticas nas redes sociais após divulgar uma propaganda partidária, na última terça-feira (26), defendendo a maior participação de mulheres na política. 

O problema, contudo, está no fato de a peça publicitária ser protagonizada por um homem, o governador do Rio Grande do Sul e presidente nacional do partido, Eduardo Leite. Confira o vídeo abaixo.

Destinado à participação feminina, a propaganda menciona a governadora de Pernambuco, Raquel Lyra, e a prefeita Cinthia Ribeiro, de Palmas (TO). No entanto, as tucanas não falam no vídeo, apenas fotografias suas são apresentadas.

MULHERES TUCANAS

Raquel é uma das duas únicas governadoras de estados brasileiros. Além dela, a petista Fátima Bezerra governa o Rio Grande do Norte.

Cinthia, por sua vez, é uma das duas únicas prefeitas de capitais do Brasil. Sem contar com a tucana, apenas a cidade de Campo Grande (MS) tem uma gestora: Adriane Lopes (PP).

Também ausente na propaganda, Yeda Crusius, ex-governadora do Rio Grande do Sul e presidente nacional do segmento feminino do partido, o PSDB Mulher, sequer é lembrada no vídeo.

PSDB MULHER

CRÍTICAS

Nas redes sociais, internautas não pouparam críticas à ausência de mulheres na propaganda sobre participação feminina na política apresentada pelo PSDB.

"O PSDB fez uma chamada por mais mulheres na política e colocou um homem para apresentar. Esse partido é uma piada", escreveu um usuário.

"Sendo que eles têm uma Governadora de um dos maiores Estados do NE. Agora, a Raquel Lyra pede pra sair", postou uma internauta.

"Se fosse minimamente sério, colocariam a Raquel Lyra no lugar do Eduardo Leite", escreveu um usuário.

"Colocar um homem para fazer uma propaganda defendendo a presença de mais mulheres na política...", publicou outro ao lado de um emoji de palhaço.

"Era melhor ter colocado uma atriz", respondeu uma usuária.

APOIOS

Apesar das críticas, houve quem defendesse a legenda tucana e justificasse a escolha por Eduardo Leite.

"Ó, meu Deus, colocaram o presidente do partido para falar sobre propostas do partido! Estou abismado", ironizou um internauta.

"Um outro ângulo: O PSDB fez uma chamada pela TV e colocou Eduardo Leite, presidente do partido com conhecida ambição de concorrer como o nome do Cossud na próxima eleição presidencial, para apresentar. Esse partido se organiza como a maioria dos partidos", argumentou um usuário.

"Entendo a críticam mas é uma forma dele se promover também em âmbito nacionalm já que ele visa ser presidente", justificou outro.

"Eu entendi a estratégia de colocar o presidente nacional para apresentar o partido e fazer uma convocação as mulheres", publicou um internauta.

Procurado pela reportagem, o PSDB não retornou o contato até a última atualização desta matéria.

Tags

Autor