evento

Lula anuncia criação de nova universidade e IF e comemora aprovação da Reforma Tributária

Durante início de empreendimento de novo conjunto habitacional da "Copa do Povo" no Minha Casa, Minha Vida, Lula anunciou que criará duas novas instituições de ensino, comemorou aprovação da Reforma Tributária e alfinetou Tarcísio e Nunes por não terem participado de evento. Seu candidato para Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, esteve no palanque

Imagem do autor
Cadastrado por

Cynara Maíra

Publicado em 16/12/2023 às 13:36
Notícia
X

Durante o evento deste sábado (16) que marcou o início das obras para adaptação da ocupação "Copa do Povo", na Zona Leste de São Paulo, em conjunto habitacional do Minha Casa, Minha Vida, o presidente Lula (PT) anunciou que irá construir novas instituições de ensino na cidade  e comentou sobre a aprovação da Reforma Tributária na Câmara dos Deputados. 

Lula afirma que fará nova Universidade e IF em São Paulo

Enquanto anunciava o início das construções novo conjunto habitacional na cidade de São Paulo, o presidente Lula declarou que no começo de 2024 irá iniciar as obras de uma Universidade Federal na Zona Leste da cidade

Lula afirmou que os planos também envolvem criar um Instituto Federal no bairro Jardim Ângela, na Zona Sul de São Paulo. Ambas as instituições estariam localizadas em áreas afastadas do centro de São Paulo. 

Sobre uma nova universidade federal Lula citou casualmente: "Talvez eu venha aqui, logo no começo do ano que vem, anunciar o começo da construção da Universidade da Zona Leste". 

Lula comemora aprovação da Reforma Tributária e elogia Haddad

Ainda durante a declaração da cerimônia de assinatura das novas unidades habitacionais em Itaquera, Zona Leste da cidade, Lula comemorou a aprovação da Reforma Tributária, que foi votada na Câmara dos Deputados nesta sexta-feira (15). Segundo Lula, a aprovação foi um "fato histórico" para o Brasil

O presidente também citou a ação dos ministros envolvidos na articulação com o Congresso Nacional para aprovação da Reforma. O nome destacado por Lula foi o do ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), que também compareceu ao evento. Luiz Inácio relatou que Haddad merecia uma salva de palmas por sua atuação. 

"Ontem nós conseguimos aprovar uma política de reforma tributária numa votação democrática, num Congresso em que a gente tem minoria, mas a capacidade do Haddad, do Alexandre Padilha [ministro das Relações Institucionais], do [senador] Jaques Wagner, do deputado José Guimarães, foi tão grande que a gente pela primeira vez conseguiu aprovar uma reforma tributária", disse Lula. 

Assista Lula na cerimônia de início das obras de novo habitacional do MCMV em São Paulo

Tarcísio e Nunes não compareceram ao evento, Lula alfinetou indiretamente

Já com as expectativas para eleição pela Prefeitura de São Paulo, no qual Lula apoia o deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP), Lula alfinetou indiretamente o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) e o prefeito da cidade, Ricardo Nunes (MDB), que foram convidados mas não apareceram no evento. 

Ao lado de Boulos, que também é líder do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MTST), Lula afirmou que "Eles [Tarcísio e Nunes] foram convidados e não vieram, mas se viessem seriam tratados com maior respeito, porque educação a gente aprende em casa". 

Lula utilizou o empreendimento em parceria com MTST para realizar o primeiro evento como cabo eleitoral de Boulos, saiba mais sobre o assunto nesta matéria

Tags

Autor