Esplanada de Lula

Ex-ministro de Dilma reverte cassação no TSE e entra no governo Lula; entenda

Ex-ministro de Dilma assume cargo no governo Lula uma semana depois de revogar cassação e inelegibilidade no TSE; entenda situação

Imagem do autor
Cadastrado por

Cynara Maíra

Publicado em 22/12/2023 às 11:08
Notícia
X

Nesta sexta-feira (22), o ex-ministro do governo Dilma Rousseff (PT) e ex-deputado Neri Geller (PP) foi nomeado para um cargo no Ministério da Agricultura do governo Lula (PT).

A indicação publicada no Diário Oficial da União (DOU) ocorre uma semana depois de Geller conseguir reverter na semana passada uma cassação decidida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

Neri Geller sai de cassado para membro do governo Lula 

Uma semana depois de conseguir reverter a cassação de 2022 do seu mandato como deputado federal, Neri Geller é nomeado para o cargo de secretário de Política Agrícola, no Ministério da Agricultura. 

A nomeação de Geller foi assinada por Rui Costa, ministro da Casa Civil, e indica a volta do político para um governo petista. O ex-deputado foi ministro da Agricultura do governo Dilma em 2014 e um dos principais líderes do agronegócio a ficar do lado de Lula nas eleições de 2022. 

Neri participou do governo de transição e era um dos cotados para assumir o Ministério da Agricultura, que ficou com o senador Carlos Fávaro (PSD-MT). 

Geller foi condenado a ficar inelegível por oito anos por acusações de ter usado a conta bancária do filho para esconder gastos de sua campanha em 2018. Após um ano de cassação, o ex-deputado conseguiu um resultado favorável no TSE.

A defesa do político apresentou embargos para defender que Neri não teria se beneficiado das movimentações financeiras na conta do filho e que o filho é seu sócio, o que faria sentido no quesito empresarial.

Com presença de Lula, Congresso promulga reforma tributária

Tags

Autor