Cenário econômico em Pernambuco, no Brasil e no Mundo, por Fernando Castilho

JC Negócios

Por Fernando Castilho
castilho@jc.com.br

Informação e análise econômica, negócios e mercados

Coluna JC Negócios

Fábrica de Goiana já produz o Commander, novo SUV de sete lugares da Jeep

Com o Commander, a planta de Goiana atinge seu limite de produção em uma mesma plataforma. O lançamento comercial será no próximo dia 26

Fernando Castilho
Fernando Castilho
Publicado em 17/08/2021 às 15:40
Notícia
Jeep Divulgação
Commander. O novo carro da Jeep que já está sendo produzido na fábrica de Goiana (PE) - FOTO: Jeep Divulgação
Leitura:

Agora é oficial. O quarto veículo da Jeep feito em Pernambuco será o Commander. O carro, que já está sendo produzido na fábrica de Goiana, foi apresentado na noite dessa segunda-feira (16). E deve bater de frente com argentino Toyota SW4 e o mexicano Volkswagen Tiguan Allspace. E um detalhe super importante: ele tem sete lugares. O lançamento comercial será no próximo dia 26.

Este será quarto carro feito em Pernambuco e, também, o maior deles. Todos aproveitam uma única plataforma na planta da Jeep. O pioneiro Renegade, depois a caminhonete Toro, o Compass e, agora, o grandão Commander.

Analistas do mercado de veículos SUV estimam que o modelo mais barato terá valores próximos a R$ 270 mil enquanto o modelo com todos os itens de luxo chegue aos R$ 330 mil. Ele terá variações de tração 4/2 e 4/4 e motor Flex e Diesel.

Antes de sair do Brasil, Ford produziu Jeep Chapéu de Couro e Rural Willys em Jaboatão dos Guararapes

Jeep e Refinaria põem Pernambuco na lista de estados com melhor desempenho na indústria entre

Com isso, a planta de Goiana atinge seu limite de produção em uma mesma plataforma. Isso quer dizer que, sem mexer quase nada, a fábrica Goiana pode produzir os quatro veículos. Isso aumenta muito a produtividade da empresa com essa planta, que foi concebida para isso. É como se fosse quatro fábricas dentro de uma. E isso acontece pela tecnologia que a planta de Goiana incorpora.

O Commander é de fato muito bonito. Um destaque é o conjunto óptico dianteiro com iluminação full LEDs e a grade com sete fendas, uma das marcas registradas da Jeep. Vem ainda as setas dinâmicas (as luzes se acendem em sequência), a logomarca e o nome do carro com detalhes em tom de cobre.

Atrás, as lanternas são estreitas, têm formato horizontal e avançam sobre a tampa do porta-malas. Seja como for, a capacidade do bagageiro também não foi divulgada. Porém, como especificado na tampa, o modelo revelado é da versão Overland, que deverá ser a de topo da gama do novo Jeep Commander.

Segundo a Jeep, o novo carro vem com plataforma de conectividade Adventure Intelligence. Essas novas tecnologias e recursos de segurança também estão presentes no Compass.

Nela, há uma série de serviços a bordo e remotos, assim com wi-fi nativo e conexão 4G, bem como recursos de inteligência artificial. Além disso, terá controle de velocidade adaptativo com frenagem automática em caso de risco de acidente também estão na lista.

A Jeep aproveita a onde de vendas do SUVs. E os super SUV. Não é carro barato. O novo SUV da Jeep tem sete lugares da Jeep e motor 2.0 turbodiesel com aproximadamente 200 cv. Haverá também um sistema híbrido leve. Ou seja, isso explica os cerca de 30 cv a mais ante o motor Multijet de 170 cv e 35,7 mkgf utilizado no Compass.

A FCA-Jeep revela que ele foi desenvolvido no Polo Automotivo de Betim (MG), em parceria com o Polo Automotivo de Goiana (PE). O Jeep Commander é o único SUV de grande porte projetado no Brasil.

O lançamento comercial será no próximo dia 26 de agosto, quando a marca deverá revelar todos os demais detalhes do novo carro, como preços e especificações técnicas.

Segundo a empresa, o Jeep Commander tem ainda: identificação de placas de trânsito, assistente de estacionamento e detector de fadiga do motorista. Bem como faróis com ajuste automático dos fachos alto e baixo.

Jeep Divulgação
O Commander é de fato muito bonito. Um destaque é o conjunto óptico dianteiro com iluminação full LEDs e a grade com sete fendas, uma das marcas registradas da Jeep. - Jeep Divulgação

No mais, há saídas de ar-condicionado e porta USB também para os passageiros da parte de trás.

No mês de junho, o jornalista Vagner Aquino, do Jornal do Carro, publicou um flagrante feito por um leitor que já mostrava vários outros detalhes do SUV de sete lugares. Destaque para o conjunto óptico dianteiro com iluminação full LEDs e a grade com sete fendas, uma das marcas registradas da Jeep. Agora, com o carro totalmente revelado, ficam evidentes as setas dinâmicas (as luzes se acendem em sequência), a logomarca e o nome do carro com detalhes em tom de cobre.

UMA MULHER LIDERA A FÁBRICA MAIS MODERNA DO MUNDO

Considerada a mais moderna do Grupo Stellantis em todo o mundo, o Polo Automotivo Jeep, como é conhecido o complexo industrial, recebeu investimento total de R$ 11 bilhões (R$ 1 bilhão de fornecedores) para sua construção e agora está recebendo outros R$ 7,5 bilhões, também incluindo aportes que serão feitos por mais empresas que irão compor a cadeia local de suprimentos.

O novo investimento em Goiana faz parte do programa da Stellantis anunciado em julho do ano passado, quando a empresa informou que iria aportar R$ 14 bilhões em suas operações no País.

Em junho, numa videoconferência com o governador Paulo Câmara, o CEO da Stellantis, Carlos Tavares, fez sua primeira visita ao polo automotivo de Goiana desde a fusão que deu origem ao novo grupo, o que reforçou as informações de que veio também ver o parque onde será fabricado o novo veículo da companhia.

Ele esteve acompanhado do COO da empresa para a América do Sul, Antonio Filosa, e do diretor de manufatura para a América do Sul, Pierluigi Astorino, e foi recebido por Juliana Coelho, Plant Manager da Jeep.

Juliana Coelho é líder do Polo Automotivo Jeep, primeira mulher a ocupar esse cargo no grupo. Ela comanda a planta Jeep que conta com 14.600 funcionários, incluindo o Parque de Fornecedores.

Divulgação
Engenheira inciou carreira no Grupo FCA/Jeep em 2013 - Divulgação

A engenheira química de 31 anos começou a trabalhar no Polo sete anos atrás, como especialista de pintura no primeiro time da planta. Em julho de 2020, ela foi promovida a plant manager e se tornou a primeira mulher a comandar uma fábrica automotiva na América Latina.

O Polo Automotivo de Goiana, em Pernambuco, responsável pela produção dos modelos Jeep Renegade, Compass e Fiat Toro, acaba de ser confirmado como o primeiro complexo industrial multi plantas carbono neutro da América Latina.

A chegada da Jeep em Pernambuco, especificamente na Mata Norte, região onde está instalada a fábrica, representou para a empresa uma grande oportunidade de impulsionar sua estratégia de sustentabilidade, lançando-se a novos desafios apresentados pelo território.

“Foi a chance de utilizar nosso conhecimento para atuar fortemente nos eixos de meio ambiente e de educação. Nesse sentido, fizemos um amplo diagnóstico e foram desenhados alguns projetos, sempre de forma integrada com a comunidade”, explica Luciana Costa, coordenadora de Sustentabilidade da FCA para a América Latina.

A Jeep encerrou 2020 na liderança do segmento pelo quinto ano consecutivo. No acumulado do ano, alcançou 5,7% de participação de mercado, tornando-se a quinta marca mais vendida no Brasil.

 

Divulgação
Engenheira inciou carreira no Grupo FCA/Jeep em 2013 - FOTO:Divulgação
Jeep Divulgação
O Commander é de fato muito bonito. Um destaque é o conjunto óptico dianteiro com iluminação full LEDs e a grade com sete fendas, uma das marcas registradas da Jeep. - FOTO:Jeep Divulgação

Comentários

Últimas notícias