COLUNA MEU PET

Assim como os humanos, os animais também necessitam de um momento de descontração

Estresse pode trazer problemas comportamentais aos pets

Amanda Rainheri
Amanda Rainheri
Publicado em 18/06/2020 às 16:05
Notícia
Foto: Reprodução/ Pixabay
Período de isolamento social pode ser estressante para os animais - FOTO: Foto: Reprodução/ Pixabay
Leitura:

Estadão Conteúdo

Alimentação balanceada, vacinação, visitas frequentes ao veterinário, passeios para realizar suas necessidades fisiológicas e até mesmo brincadeiras são essenciais no dia a dia de um pet. Sendo assim, tão importante quanto oferecer um lar seguro, dar a devida atenção ao animal promovendo atividades e brincadeiras são fundamentais para mantê-lo ativo física e mentalmente.

>> Aprenda como cortar as unhas de cães e gatos em casa

>> Pessoas do grupo de risco do coronavírus também precisam de ajuda para cuidar de seus pets

>> Protetores se preocupam com abandono de cães e gatos na pandemia do coronavírus

Diante do atual momento de isolamento social, é normal que os pets apresentem problemas comportamentais devido ao acúmulo de energia e, saber como gastá-la da maneira correta vai ajudar o tutor a evitar inconvenientes neste período.

Importância de brincar com o cachorro

Além de ajudá-lo a gastar energia, realizar brincadeiras com o pet é fundamental para manutenção de sua saúde física e mental. Dentre os principais benefícios alcançados com a prática, podemos destacar:

- Se o cachorro costuma passar muito tempo sozinho, é normal que ele fique mais estressado e tenso por conta da solidão, condições que são facilmente aliviadas quando vocês brincam juntos;

- Adotar brincadeiras que estimulam o cérebro do animal e o fazem pensar ajudam a aumentar sua inteligência;

- Melhora a atenção e as habilidades naturais de cada animal;

- Ajuda no desenvolvimento dos ossos e articulações dos filhotes;

- Atua como prevenção de doenças na velhice;

- Estimula o bom funcionamento do organismo;

- Contribui para socialização com outras pessoas e animais;

- É capaz de estreitar os laços entre os pets e os tutores.

Além dos benefícios citados é possível prevenir condições de obesidade e outras doenças relacionadas à falta de atividade física nos cães.

Brincadeiras para fazer com o cão em casa

1 - Cabo de guerra

Trata-se de uma brincadeira simples, mas que é capaz de manter o cão entretido por horas e para isso, basta uma corda para deixá-lo contente.

Basta enrolar a corda em uma de suas mãos e dar a outra ponta para que o animal morda. Embora seja uma brincadeira saudável, é preciso estabelecer limites para que ela não se torne uma verdadeira guerra com o cão

Mostre para ele que é só uma brincadeira. Assim, evita-se que ele passe dos limites e acabe mordendo.

2 - Bolhas de sabão

Ideal para fazer no quintal de casa, as brincadeiras com bolha de sabão também agradam muitos animais e podem deixá-los felizes e animados durante um dia mais quente

Solte as bolhas próximas ao animal (tome cuidado para que elas não atinjam seus olhos) e ensine-o a perseguir as bolinhas pelo ar.

3 - Esconder seus brinquedos favoritos

Com o objetivo de aguçar a sua curiosidade e estimular a inteligência, esconder os brinquedos favoritos do animal de estimação também pode ser uma brincadeira divertida, que irá entretê-lo por um bom tempo.

Espalhe-os por diferentes cantos da casa e instigue-o a encontrá-los sozinho. Por possuírem um olfato muito aguçado, certamente o cão cumprirá essa tarefa rapidamente.

Para deixar a brincadeira ainda mais interessante, sempre que ele encontrar um objeto, seu tutor pode bonificá-lo com um biscoito ou petisco favorito.

4 - Brincadeiras com a bolinha

A boa e velha bolinha, apesar de tradicional ainda é a brincadeira favorita de alguns pets, portanto, vale a pena dedicar um tempo para essa atividade no dia a dia.

Atire a bolinha para que o animal pegue-a e a traga de volta, ou ainda, explore o objeto para encontrar novas formas de estimular o animal.

5 - Esconde-esconde

Outra brincadeira adaptada para o universo animal, o esconde-esconde também pode ser uma das brincadeiras para fazer com cachorro no dia a dia para que ele gaste mais energia e se sinta mais feliz.

A regra é simples: basta se esconder em algum cômodo da casa e depois chamá-lo para que ele procure. A dica é optar por lugares onde normalmente ele não iria para tornar a brincadeira ainda mais interessante.

Além disso, também pode oferecer recompensas quando ele encontrar: petiscos e guloseimas saudáveis podem motivá-lo a continuar a brincadeira.

6 - Aposte nos brinquedos

Quando o tutor não tem muito tempo disponível para brincar com o pet, o ideal é apostar em brinquedos para cachorro variados para divertir o animal e mantê-lo entretido por um bom período.

No mercado pet, existem diferentes opções disponíveis, que vão desde dos tradicionais brinquedos mastigáveis e bolinhas, até opções comestíveis e interativas que soltam petiscos conforme o animal vai descobrindo.

Escolha o brinquedo que mais tenha a ver com personalidade do animal e presenteie-o sempre que achar necessário.

Cuide da saúde e do bem-estar do animal

Capazes de proporcionar mais saúde e bem-estar para os animais, as brincadeiras para fazer com cachorro em casa também são uma boa oportunidade de aproveitar o tempo livre e estreitar os laços com o pet.

No entanto, também é preciso se lembrar dos cuidados diários, por isso, não se esqueça: ofereça uma alimentação adequada e equilibrada com os nutrientes que ele precisa, dê todas as vacinas necessárias e não deixe de levá-lo nas consultas com o veterinário.

LEIA MAIS TEXTOS DA COLUNA MEU PET EM jc.com.br/meu-pet

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias