VÍDEO

Após tratamento de câncer, jovem recifense tem reencontro emocionante com cadela ao voltar para casa

As imagens, gravadas em maio, vieram à tona nessa última semana, quando a estudante teve a notícia de que o câncer entrou em remissão

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 27/08/2021 às 14:19
Notícia
REPRODUÇÃO/INSTAGRAM/@vencendo.hodgkin
Momento em que Marília reencontrou Pucca, Max e Mel em sua casa - FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM/@vencendo.hodgkin
Leitura:

O fim do tratamento contra o câncer da recifense Marília Porto, de 22 anos, não significou felicidade apenas para a família e amigos. Em suas redes sociais, a jovem compartilhou um emocionante vídeo do momento em que reencontrou a cadela Pucca após receber alta do hospital onde passou dois meses internada, sem contato com ninguém além da mãe, tratando um Linfoma de Hodgkin.

As imagens, gravadas em maio, vieram à tona nessa última semana, quando a estudante teve a notícia de que o câncer entrou em remissão. No vídeo, Marília abre a porta de casa e é recebida aos gritos, pulos e choro de Pucca. Enquanto isso, a estudante sorri e retribui o carinho com muitos abraços. Os outros dois cães que aparecem no vídeo são Max e Mel, e pertencem à irmã dela.

Na legenda, ela contou que estava com medo de não ser reconhecida por Pucca. “Eu até sonhei que chegava em casa e ela tinha medo de mim. [Mas] deu tudo certo! Tô muito feliz e agarrando todos os babies aqui. Pucca, Max e Mel, amo vocês, bebezinhos”, escreveu.

Ao ser diagnosticada com câncer pela primeira vez, em janeiro de 2020, a família de Marília prometeu que realizaria o sonho dela ter um cachorro quando acabasse o tratamento, como um incentivo. Dito e feito! Em junho do mesmo ano, a doença entrou em remissão, e ela foi presenteada com Pucca.

No entanto, menos de três meses depois, o câncer voltou ainda mais forte, e a estudante recomeçou o tratamento. Foram seis meses entre idas e vindas ao hospital, mas sempre com muita saudade da cadela de raça shiba inu, até voltar para casa definitivamente em maio.

"Quando a saudade apertava demais, eu fazia chamada de vídeo com a minha irmã para poder vê-los, mas não é a mesma coisa. O reencontro foi o que que mais estava esperando, eu fiquei muito feliz e emocionada", contou.

A coluna Meu Pet torce para que a família nunca mais precise se separar novamente, e que Marília fique, de uma vez por todas, livre do câncer ao lado de Pucca e de quem mais ama!

Conhece alguma história curiosa sobre animais de estimação e quer vê-la publicada na Meu Pet? Envie sua sugestão para kgonzaga@jc.com.br

Comentários

Últimas notícias