Informações e dicas para cuidados do seu bicho de estimação, seja ele um gato, cachorro, pássaro ou peixe de aquário, além de dicas de alimentação, adestramento, saúde e outros serviços
Meu Pet

Fique por dentro das novidades do mundo pet e confira as melhores dicas para cuidado de gatos, cachorros e outros bichinhos de estimação

conquista

Em decisão inédita justiça concede a guarda comunitária do gato 'Frajola'

O caso aconteceu no Mato Grosso do Sul, moradores de um condomínio entraram com o processo para acolher permanentemente, nas dependências do edifício, o gatinho que era um visitante frequente do local

Vitória Floro
Cadastrado por
Vitória Floro
Publicado em 13/01/2022 às 9:22
Reprodução / Redes Sociais
Frajola ganhou até mesmo uma casinha, colocada no bicicletário do condomínio, para que ele pudesse dormir - FOTO: Reprodução / Redes Sociais
Leitura:

Na última terça-feira (11), uma decisão judicial inédita estabeleceu o título de animal comunitário para o gato Frajola, que agora tem oficialmente uma guarda compartilhada entre um grupo de 12 moradores do Condomínio Parque Residencial Mangaratiba, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

O felino, que foi nomeado em homenagem ao famoso gato dos desenhos Looney Tunes, é um visitante frequente do residencial há cerca de quatro anos. Por isso, em agosto de 2021, os moradores iniciaram uma batalha judicial para que o local seja oficialmente a casa do animal. O processo encontrava resistências devido ao posicionamento do síndico vigente, que foi desfavorável à presença permanente de Frajola nas áreas comunitárias do prédio.

 

Reprodução / Redes Sociais
As alegações finais do processo tiveram assinatura simbólica de Frajola - Reprodução / Redes Sociais

Com a vitória na justiça, agora, o condomínio está proibido de tentar retirar o gato das dependências, podendo ser multado em até R$ 20 mil caso a decisão não seja respeitada.

Em entrevista ao G1, Pablo Neves Chaves, 26 anos, especialista em jus animalista e um dos tutores de Frajola, explicou que o condomínio pode pedir recurso, mas este deve ser aprovado antes em assembleia, já que para realizar uma recorrência do caso, deve acontecer uma cobrança para o custeio processual.

Ele ainda relata que obter a guarda coletiva do felino foi um batalha com desavenças sobre onde o animal ficaria e até mesmo visita policial para averiguar as condições de saúde do gato. “As vacinas e vermífugos estão em dia, a cada 20 dias a gente leva ele no pet para cortar as unhas, ele está se alimentando super bem”, garantiu Pablo ao G1.

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Frajola (@ofrajolacg)

Para Pablo, o ineditismo da conquista demonstra um avanço na questão dos direitos animais, mas ainda existe muito a se fazer. Brasilusa Gomes de Pinho Neves, 62 anos, jornalista aposentada e mãe de Pablo, foi nomeada como a tutora oficial do animal e receberá suporte do filho e de mais outros dez tutores.

Agora, todos aguardam pela intimação do condomínio, para que a casinha de Frajola, que foi retirada pela administração do edifício, possa voltar para o bicicletário onde ele dormia e o gatinho viva em paz junto de seus tutores.

 

Comentários

Últimas notícias