Recife é escolhida pela Iniciativa Bloomberg para Segurança Viária Global

Publicado em 26/02/2020 às 18:30
Leitura:

Projeto Bloomberg para Segurança Viária Global é desenvolvido pela Bloomberg Philanthropies, organização especializada em políticas públicas, que atua em 480 cidades ao redor do mundo. Fotos: Brenda Alcântara/JC Imagem O Recife será uma das 30 cidades mundiais a ser beneficiada, a partir deste ano e até 2025, pelo projeto Bloomberg para Segurança Viária Global, desenvolvido pela Bloomberg Philanthropies organização especializada em políticas públicas, que atua em 480 cidades ao redor do mundo. O anúncio foi feito na semana passada, durante a 3ª Conferência Ministerial Global sobre Segurança Viária, realizada na Suécia. No Brasil, além do Recife, Salvador e São Paulo foram contempladas.

Confira o especial NOVA ROTAÇÃO

Durante o evento, a Bloomberg Philanthropies anunciou que, após 12 anos do projeto de apoio à segurança rodoviária global, estará destinando mais US$ 240 milhões nos próximos cinco anos para salvar mais 600 mil vidas e evitar até 22 milhões de feridos em países de renda média e baixa em todo o mundo. Assim, estima que o impacto da ação seja duplicado. Desde 2017, a iniciativa salvou cerca de 312 mil vidas e evitou até 11,5 milhões de feridos.

Lembrando que os acidentes de trânsito são a 8ª maior causa de morte no mundo, tendo como principais vítimas jovens com idades entre 5 e 29 anos. Mais de 1,35 milhão de pessoas morrem e até 50 milhões são gravemente feridas em acidentes de trânsito a cada ano. Além disso, as perdas econômicas são impressionantes relatório recente divulgado pelo Banco Mundial descobriu que reduzir pela metade as mortes e os feridos no trânsito poderia adicionar de 7 a 22% ao PIB (per capita) de cinco países de baixa e média renda nos próximos 24 anos.

Segundo a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), entre 2012 e 2019 a cidade diminuiu em 53% o índice de acidentes de trânsito com vítimas fatais

Ao ser uma das cidades escolhidas pelo projeto, o Recife receberá orientações e treinamento para reduzir as estatísticas de violência no trânsito da cidade. Segundo a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), entre 2012 e 2019 a cidade diminuiu em 53% o índice de acidentes de trânsito com vítimas fatais. A contribuição de uma organização como a Bloomberg será importante porque a segurança viária e a mobilidade focada em pessoas é um compromisso da nossa gestão. A partir daí, o Recife consolidará ainda mais sua política de segurança viária com diretrizes que buscam uma mobilidade segura para a população, comemorou Taciana Ferreira, presidente da CTTU.

Bloomberg Philanthropies A Fundação Bloomberg trabalha em 480 cidades em mais de 120 países ao redor do mundo para garantir vidas melhores e mais longas para o maior número de pessoas. A organização se concentra em cinco áreas principais para a criação de mudanças duradouras: Artes, Educação, Meio Ambiente, Inovação Governamental e Saúde Pública. A Fundação Bloomberg abrange todas as atividades de caridade de Michael R. Bloomberg, incluindo sua fundação e suas doações pessoais. Em 2018, a Bloomberg Philanthropies distribuiu US$ 767 milhões.

Nos últimos 12 anos, a Bloomberg Philanthropies investiu US$ 260 milhões para conter mortes e ferimentos causados por acidentes de trânsito. Esse investimento levou dez países (China, Rússia, Tailândia, Filipinas, Camboja, Vietnã, Quênia, Brasil, Turquia e Índia) e 12 localidades a mudar suas leis ou políticas para reduzir pelo menos um fator de risco à segurança rodoviária. Mais de 3,5 bilhões de pessoas estão agora cobertas por uma nova lei ou política de segurança rodoviária desde o início do projeto.

As lições aprendidas com esse investimento de 12 anos incluem:

- A adoção das leis de segurança viária das melhores práticas e a sua aplicação salva mais vidas. Uma legislação mais forte é responsável por 75% das 312.000 vidas salvas pela Iniciativa até o momento.

- A velocidade é o fator de risco mais crítico, mas houve pouco progresso no gerenciamento de velocidade. Uma redução de 5% na velocidade média pode resultar em 30% menos acidentes de trânsito fatais.

- Campanhas estratégicas de comunicação, aliadas à fiscalização policial, são fundamentais para implementar efetivamente as leis de segurança no trânsito e mudar o comportamento do usuário. A aplicação das melhores práticas aumenta o uso do cinto de segurança e do capacete e reduz a velocidade, a bebida e a direção.

Últimas notícias