COLUNA MOBILIDADE

Três anos depois de prometida, nova passarela do Hospital das Clínicas, na BR-101, começa a ser construída; veja desvios para o motorista

Além de ser uma obra esperada há anos - é preciso lembrar que a antiga passarela de ferro foi destruída pela falta de manutenção do poder público -, a nova passagem permitirá a retirada do semáforo implantado no trecho desde 2018

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 10/09/2021 às 10:59
Notícia
Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
A interdição será feita para permitir o serviço de fundação do pilar central da nova passarela - FOTO: Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
Leitura:

Ela deveria ter começado a ser construída ainda em 2018. No máximo, em 2019. Mas somente três anos depois o poder público dá início à construção da nova passarela de pedestres sobre a BR-101, em frente ao Hospital das Clínicas, na Cidade Universitária, Zona Oeste do Recife. Devido ao início das obras, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) interditou, desde a manhã desta sexta-feira (10/9), um trecho da rodovia no sentido Recife-Jaboatão dos Guararapes. A previsão do órgão é que essa etapa dos trabalhos seja concluída ainda neste domingo (12), quando o tráfego será normalizado no local.

Após anos de descaso, passarela do HC, na BR-101, será demolida

Deteriorada, passarela do Hospital das Clínicas dá medo a quem usa

Welington Lima/JC Imagem
Acesso à BR-101 interditada - Welington Lima/JC Imagem

O trecho interditado será na pista central oeste da BR-101. Por isso, o recomendado é que os motoristas que precisarem passar pelo trecho interditado se mantenham na via local da rodovia (à direita) assim que descerem o viaduto sobre a Avenida Caxangá. Deverão seguir até o próximo desvio, antes do viaduto da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), onde deverão retornar à pista principal da BR. A nova estrutura faz parte do projeto de requalificação dos 30 km do contorno urbano da BR-101 (entre Paulista e Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife), desenvolvido pela Secretaria Estadual de Transportes, através do DER-PE. O custo total da requalificação é de R$ 192 milhões, obra que deveria ter sido concluída ainda em 2019 e se arrasta até hoje.

A interdição será feita para permitir o serviço de fundação do pilar central da nova passarela. As obras foram iniciadas no fim de agosto e, segundo o DER-PE, devem ser concluídas em 120 dias. O novo equipamento terá extensão total de 281 metros. Quando totalmente edificado, facilitará a passagem dos pedestres, proporcionando uma travessia mais segura e permitindo assim, uma melhor trafegabilidade no trecho. A passarela será erguida com fundações em estacas pré-moldadas em concreto protendido, com rampas, escadas e trecho principal de passagem. O equipamento custará R$ 730 mil, recursos do governo federal.

Welington Lima/JC Imagem
Acesso à BR-101 interditada - Welington Lima/JC Imagem
Diogo Cavalcante/JC Trânsito
A nova passarela será erguida com fundações em estacas pré-moldadas em concreto protendido, com rampas, escadas e trecho principal de passagem - Diogo Cavalcante/JC Trânsito
Diogo Cavalcante/JC Trânsito
A nova passarela custará R$ 730 mil, recursos do governo federal - Diogo Cavalcante/JC Trânsito
Diogo Cavalcante/JC Trânsito
Antigo equipamento foi se deteriorando com a ausência de mantutenção e ficou interditado por muitos anos - Diogo Cavalcante/JC Trânsito

SEMÁFORO

Além de ser uma obra esperada há anos - é preciso lembrar que a antiga passarela de ferro foi destruída pela falta de manutenção do poder público - e que irá garantir a segurança na travessia dos pedestres, a nova passagem permitirá a retirada do semáforo implantado no trecho desde 2018. Algo importante porque a instalação de um semáforo numa rodovia federal não é o recomendado pelas regras de segurança viária.

Welington Lima/JC Imagem
Acesso à BR-101 interditada - FOTO:Welington Lima/JC Imagem
Welington Lima/JC Imagem
Acesso à BR-101 interditada - FOTO:Welington Lima/JC Imagem

Comentários

Últimas notícias