Opinião

A prisão de Daniel Silveira não significa que a Câmara está armando um cerco para limpar o Parlamento

Leia a opinião de Romoaldo de Souza

Romoaldo de Souza
Romoaldo de Souza
Publicado em 24/02/2021 às 7:06
Notícia

Reila Maria/Câmara dos DeputadosReila Maria/Câmara dos Deputados
Por 364 votos a 130, a Câmara dos Deputados validou na sexta-feira (20) o entendimento firmado pelos onze integrantes da Corte e manteve o deputado federal Daniel Silveira na cadeia - FOTO: Reila Maria/Câmara dos DeputadosReila Maria/Câmara dos Deputados
Leitura:

Que não se engane o querido leitor que achou que dando autorização para confirmar a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) a Câmara dos Deputados estava armando um cerco para limpar o Parlamento desse tipo de político.

Já nesta terça-feira, os deputados do Conselho de Ética começaram a discutir a situação da deputada que é acusada de tramar a morte do marido, que dá expediente na Casa com uma tornozeleira eletrônica, mas como todos sabemos, não há um mínimo de boa vontade para fazer andar investigações contra parlamentares encrencados com a Justiça ou para reduzir o amplo leque da imunidade parlamentares — que, convenhamos, vem sendo usada mais para perpetuar a impunidade.

Pode até ser que um outro deputado receba uma advertência, que seja, mas moralizar, moralizar, mesmo a Câmara, a vontade é quase nada.

Pense nisso!

Comentários

Últimas notícias