Romoaldo de Souza

"Orçamento secreto" é uma espécie de PIX que Arthur Lira usa para beneficiar parlamentares que fazem o jogo do governo

Esse "orçamento secreto" nada mais é do que o desembolso das emendas parlamentares pagas na modalidade de "emendas de relator", com destinação definida em acertos pouco transparentes

Romoaldo de Souza
Cadastrado por
Romoaldo de Souza
Publicado em 10/11/2021 às 7:03 | Atualizado em 10/11/2021 às 7:04
MICHEL JESUS/AGÊNCIA CÂMARA
RECADOS Congresso se opõe a um reajuste amplo para os servidores - FOTO: MICHEL JESUS/AGÊNCIA CÂMARA
Leitura:

Só quem faz transferência bancária instantânea por meio do PIX é que sabe como é importante essa facilidade criada recentemente pelo Banco Central e que ajuda do grande empreendedor até o lavador de carro no estacionamento.

Pois o tal do “orçamento secreto” vetado pela ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), é uma espécie de PIX que o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas-AL), usa - com recursos do orçamento da União - para beneficiar parlamentares que fazem o jogo do governo.

Esse “orçamento secreto” nada mais é do que o desembolso das emendas parlamentares pagas na modalidade de “emendas de relator”, com destinação definida em acertos pouco transparentes. Como no PIX, a emenda secreta é liberada muito mais rapidamente do que as outras verbas destinadas a deputados e senadores.

Mas não se anime, meu caro leitor. Assim com o PIX é novidade nas transações bancárias, o "toma lá dá cá" no Congresso Nacional sempre existiu e vai continuar existindo porque o deputado e o senador que faz esse tipo de negociada chegou a Brasília com apoio dos eleitores.

Se no passado as transações bancárias eram por meio de DOC (Documento de Crédito), hoje a febre do momento é o PIX. Décadas atrás, o Executivo criava esquemas para “molhar a mão” dos deputados e senadores hoje, com as facilidades nas negociações e o estilo secreto dos conchavos, ficou ainda mais fácil de continuar viva essa modalidade de suborno.

Pense nisso!

Comentários

Últimas notícias