REVOLTA

Aprovados em concursos das polícias em Pernambuco prometem protesto nesta quinta-feira (13)

Por volta das 8h desta quarta-feira, governo do Estado chegou a informar a convocação de 1.085 aprovados, mas, três horas depois, voltou atrás

Raphael Guerra
Raphael Guerra
Publicado em 12/05/2021 às 12:08
Notícia
TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Protesto, realizado em abril, com os aprovados em concursos da segurança pública em Pernambuco - FOTO: TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Leitura:

Perplexos com o novo adiamento na convocação para os cursos de formação, os aprovados em concursos das polícias Civil, Militar e Científica e do Corpo de Bombeiros pretendem fazer um protesto nesta quinta-feira (13). Os detalhes de como será o movimento ainda estão sendo definidos. Com razão, os grupos exigem uma explicação do governo de Pernambuco.

Por volta das 8h desta quarta-feira (12), o governo do Estado anunciou à imprensa  a convocação de 1.085 aprovados. Disse inclusive que havia uma transmissão oficial, às 11h, com o governador Paulo Câmara autorizando a convocação. No entanto, no horário marcado, a assessoria do Palácio do Campo das Princesas confirmou que não haverá mais a convocação.

"Não haverá anúncio da convocação dos aprovados nos concursos para segurança pública de Pernambuco. As tratativas sobre o cronograma da convocação ainda estão em andamento e serão divulgadas em breve", informou o breve comunicado.

Vale lembrar que em janeiro deste ano o governador Paulo Câmara havia anunciado, em reunião do Pacto pela Vida, que os cursos de formação das polícias começariam em abril deste ano. Somente quando o prazo da promessa venceu, o governo assumiu o atraso - culpando a pandemia do novo coronavírus. 

ENTENDA

Segundo a previsão inicial, 750 aprovados no concurso da Polícia Militar começariam o curso de formação de soldados, em abril deste ano - deve durar seis meses. Também neste mês, 60 seriam convocados para curso de oficial. Já em janeiro de 2022, está prevista a convocação de mais 700 pessoas para a segunda turma de soldados.

No Corpo de Bombeiros, 100 começariam o curso de formação em abril. A duração será de sete meses. Vinte também seriam convocados para curso de oficial, com duração de 12 meses. Já em janeiro de 2022, mais 100 serão convocados para curso de formação.

Na Polícia Civil, 50 aprovados seriam convocados para formação em delegado a partir de abril. Duração do curso é de quatro meses. Em abril de 2022, mais 50 convocações.

Por fim, na Polícia Científica, seriam 50 aprovados que farão curso para médico legista. Duração de quatro meses, contados a partir de abril. E 45 pessoas farão curso para auxiliar de perito.

Comentários

Últimas notícias