IMUNIZAÇÃO

Policiais penais e detentos de Pernambuco são autorizados a receber vacina contra covid-19

Ao todo, segundo dados do governo, há mais de 33 mil presos no Estado

Raphael Guerra
Raphael Guerra
Publicado em 27/05/2021 às 13:05
Notícia
JC Imagem/Arquivo
Detentos fazem parte dos grupos prioritários definidos pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) - FOTO: JC Imagem/Arquivo
Leitura:

Profissionais que atuam no sistema prisional e os detentos serão vacinados contra a covid-19. A autorização para esses grupos prioritários foi anunciada, nesta quinta-feira (27), pelo governador Paulo Câmara. A lista inclui ainda os profissionais da área de educação, rodoviários, entre outros públicos. Caberá a cada município do Estado definir quando esses grupos autorizados começarão a ser imunizados contra a doença.

Os grupos prioritários são definidos pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). Atualmente, no Estado, há cerca de 1.560 policiais penais (nova nomeclatura para os agentes penitenciários). E, de acordo com dados do governo do Estado, a população carcerária é formada por mais de 33 mil pessoas.

Confira a lista dos novos grupos autorizados pelo governo de Pernambuco:

Pessoas com 59 anos ou mais (nova faixa etária autorizada em Pernambuco)

Trabalhadores da Educação do Ensino Básico (creche, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizantes e EJA)

Trabalhadores da Educação do Ensino Superior

Forças Armadas

Trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário de Passageiros

Trabalhadores de Transporte Metroviário e Ferroviário

Trabalhadores de Transporte Aquaviário

Caminhoneiros

Trabalhadores Industriais

Trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos

Funcionários do Sistema de Privação de Liberdade

População Privada de Liberdade

Pessoas em Situação de Rua (18 a 59 anos)


Comentários

Últimas notícias