COLUNA MOBILIDADE

Motoristas de ônibus, cobradores e metroviários do Grande Recife serão vacinados contra a covid-19. Confira como será

O Estado irá avançar na imunização contra a covid-19, com a vacinação de todos os grupos prioritários previstos no Plano Nacional de Imunização (PNI) e de pessoas com 59 anos

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 27/05/2021 às 12:50
Notícia
TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Havia a informação de que, juntos, os profissionais do transporte público coletivo da RMR somariam menos de 20 mil profissionais. Entre 10 mil e 15 mil rodoviários e 1.800 metroviários. Mas o número é ainda menor - FOTO: TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Leitura:

O governo de Pernambuco decidiu atender aos apelos e anunciou que os profissionais do transporte público do Estado serão vacinados contra a covid-19. O anúncio foi feito pelo governador Paulo Câmara nesta quinta-feira (27/5). O Estado irá avançar na imunização contra a covid-19, com a vacinação de todos os grupos prioritários previstos no Plano Nacional de Imunização (PNI) e de pessoas com 59 anos. Além dos motoristas de ônibus, cobradores, metroviários e profissionais do setor de transporte público, também serão imunizados os trabalhadores da educação, agentes penitenciários, entre outras categorias.

O agendamento dos novos grupos prioritários e o avanço na faixa etária de 59 anos estão devidamente autorizados e serão organizados de acordo com o esquema de cada município. “Nossa luta contra a Covid-19 vai entrar numa nova fase. Ajustamos nosso plano estadual de imunização, pactuamos com as secretarias municipais de saúde e vamos acelerar a vacinação da nossa população. Estamos autorizando todas as prefeituras pernambucanas a iniciar, a partir de hoje, a imunização de todos os grupos prioritários previstos no PNI”, informou o governador.

PRESSÃO E ARTICULAÇÃO

O anúncio da vacinação dos profissionais do transporte público é uma vitória de todos. A imunização dos motoristas e cobradores de ônibus e dos metroviários que atuam na Região Metropolitana do Recife foi pedida formalmente ao governo de Pernambuco, à Prefeitura do Recife e às outras 13 prefeituras do Grande Recife. Sindicatos patronais, de empregados e servidores responsáveis pelo transporte público na RMR, com o apoio de representantes da sociedade civil, protocolaram um pedido conjunto pela vacinação imediata da categoria contra a covid-19.

DOCUMENTOS QUE SERÃO EXIGIDOS PARA COMPROVAÇÃO DE CADA CATEGORIA

Comprovação exigida para vacinação contra covid-19 by Roberta Soares on Scribd

 

O mesmo documento também foi protocolado no Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO) e na Promotoria de Transporte do Ministério Público de Pernambuco (MPPE). A primeira entidade questionou legalmente quando o governo de Pernambuco sinalizou que pretendia antecipar a vacinação dos rodoviários ainda em maio. Assinam o pedido a Urbana-PE (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Pernambuco), a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), o Sindicato dos Rodoviários de Pernambuco, o Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (SindMetro), o Sindicato dos Permissionários do Transporte Complementar de Pernambuco (Sinpetracope) e a Associação dos Empregados do Consórcio de transporte da Região Metropolitana do Recife (Assecon-Grande Recife).

FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Metroviários também serão vacinados em Pernambuco, assim como todos os profissionais do setor de transporte público, além dos motoristas e cobradores de ônibus - FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Governo de Pernambuco é o primeiro Estado do Brasil a antecipar a vacinação de todos os grupos prioritários - TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM

QUANTIDADE PEQUENA

Havia a informação de que, juntos, os profissionais do transporte público coletivo da RMR somariam menos de 20 mil profissionais. Entre 10 mil e 15 mil rodoviários e 1.800 metroviários. Mas o número é ainda menor. Segundo a base de dados do cartão VEM Rodoviário, são 11 mil profissionais em Pernambuco, aí já incluídos os motoristas, cobradores e fiscais do transporte complementar do Recife (STCP) e do sistema intermunicipal (fora da RMR). Além de 1.800 metroviários.
Desses 11 mil, seis mil são profissionais residentes no Recife. 

Os sindicatos falam em mortes, muitos casos de contaminação e o medo constante por estarem todos os dias - sem exceção - nos ônibus e metrôs do País. No Grande Recife, o Sindicato dos Rodoviários fala em 50 mortes desde o início da pandemia. Mas há um número de 89 mortes informado por uma dissidência da atual gestão. Entre os metroviários, o SindMetro afirma que 14 profissionais ativos do sistema metropolitano morreram desde o início da pandemia e quase 500 já testaram positivo.

Comentários

Últimas notícias