INVESTIGAÇÃO

Suspeito de atirar na esposa grávida é preso no Recife; ele disse que fez 'roleta russa'

Segundo as investigações, crime foi presenciado por um filho do casal, de apenas 3 anos

Raphael Guerra
Raphael Guerra
Publicado em 13/07/2021 às 9:57
Notícia
REPRODUÇÃO/TV JORNAL
Após conversar com a polícia, a mãe da criança e o padrasto saíram aos prantos do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) - FOTO: REPRODUÇÃO/TV JORNAL
Leitura:

Policiais civis da 4ª Delegacia de Homicídios, no Recife, prenderam em flagrante um homem suspeito de atirar na esposa, grávida de quatro meses, no bairro do Prado. O crime foi nessa segunda-feira (12), na residência do casal. O filho deles, de 3 anos, presenciou tudo. À polícia, o suspeito contou que o tiro foi acidental e que ele fez "roleta russa". Para os investigadores, no entanto, trata-se de uma tentativa de feminicídio.

A polícia começou a investigar o caso após a vítima de 26 anos dar entrada, ferida, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) dos Torrões. Ela acabou sendo transferida para o Hospital da Restauração, na área central do Recife, onde segue internada. O estado de saúde é considerado grave. Ainda na UPA, os policiais encontraram o suspeito, que já era investigado por homicídios na capital pernambucana e por roubos a veículos e tráfico de drogas.

O suspeito disse à polícia que um traficante teria ido à residência do casal cobrar uma dívida. A companheira teria ido verificar quem estava chamando pelo marido e acabou sendo atingida pelo tiro. A polícia fez diligências, mas percebeu que a versão não batia.

O suspeito acabou sendo levado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Lá, segundo a polícia, entrou em contradição várias vezes. Depois, o suspeito mudou a versão e disse que atirou no rosto da companheira por acidente enquanto fazia a roleta russa. Ele acabou contando onde estava a arma (um revólver calibre 38), além de 300 gramas e 81 papelotes de maconha e 38 pedras de crack. 

O suspeito foi autuado pela tentativa de feminicídio e passará por audiência de custódia nesta terça-feira (13). 

ESTATÍSTICAS:

Thiago Lucas/ Artes JC
Vítimas de Feminicídios em Pernambuco - Thiago Lucas/ Artes JC

Comentários

Últimas notícias