JUSTIÇA

PM reformado, denunciado por violência doméstica, é preso no interior de Pernambuco

Acusado já está no Centro de Reeducação da Polícia Militar, em Abreu e Lima

Raphael Guerra
Raphael Guerra
Publicado em 27/06/2021 às 20:12
ARQUIVO JC IMAGEM
Prisão do policial foi solicitada à Justiça pelo Ministério Público - FOTO: ARQUIVO JC IMAGEM
Leitura:

Um policial militar reformado, de 61 anos, foi preso por determinação judicial depois de descumprir medida protetiva, além das acusações de injúria e ameaça contra a ex-mulher. A prisão ocorreu em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco, no último dia 24, e foi confirmada neste domingo (27) pela Polícia Civil. O nome do acusado não será informado para preservar a identidade da ex-mulher dele, que é vítima.

A prisão preventiva do policial foi solicitada pelo Ministério Público à Justiça, na última semana, diante do risco que a ex-mulher sofria. O PM já usava tornozeleira eletrônica. Na decisão, o juiz afirma que o PM estava ciente de que não poderia se aproximar da vítima e nem poderia ficar sem bateria no equipamento que usava na perna. Mas, em ambas as situações, houve descumprimento. 

O juiz ainda destacou que, em pesquisa no sistema do Tribunal de Justiça de Pernambuco, foi constatado que o policial responde a mais de dez processos - sendo nove contra a mesma vítima. Eles passaram 16 anos juntos. 

"Assim, é necessária a sua prisão para garantir a ordem pública, evitando-se que o imputado pratique outros delitos contra a vítima, podendo-se concluir que qualquer outra medida cautelar se revela insuficiente para proteção da vítima e para acautelar o meio social", diz o juiz, na decisão. 

O mandado de prisão foi cumprido pela Delegacia do Cabo de Santo Agostinho. Ele foi encaminhado para o Centro de Reeducação da Polícia Militar, no município de Abreu e Lima, Região Metropolitana do Recife, onde ficará aguardando julgamento. 

 

Comentários

Últimas notícias