SEGURANÇA

Em Pernambuco, nova tecnologia ajuda Polícia Militar a registrar ocorrências de crimes

Com a mudança, os policiais não precisarão mais preencher os dados em papel

Raphael Guerra
Raphael Guerra
Publicado em 08/09/2021 às 19:20
Notícia
ALUÍSIO MOREIRA/SEI
Policiais que atuam no Jaboatão dos Guararapes já estão registrando boletins de ocorrência pelo celular - FOTO: ALUÍSIO MOREIRA/SEI
Leitura:

Depois de meses de promessa, o governo de Pernambuco passou a adotar uma ferramenta eletrônica para ajudar o trabalho dos policiais militares no registro das ocorrências de crimes nas ruas. Durante reunião de monitoramento do Pacto Pela Vida, nesta quarta-feira (08), o Boletim Integrado de Defesa Social (Bids) foi apresentado à cúpula da segurança pública e ao governador Paulo Câmara.

De forma simples, os PMs vão fazer o registro de todas as informações usando um aplicativo instalado no celular funcional. O sistema permitirá o acompanhamento de forma mais dinâmica e em tempo real das ocorrências policiais. Ao eliminar o preenchimento manual de formulários de papel, e o retrabalho na transmissão de uma ocorrência entre as polícias Militar e Civil, a plataforma promete possibilitar o aumento da produtividade. 

O novo sistema foi desenvolvido ao longo de dois anos sob a coordenação da Gerência de Tecnologia da Informação (GTI) da Secretaria de Defesa Social (SDS) e já está sendo utilizado como projeto piloto em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife.

"O sucesso do projeto piloto é que permitiu esse lançamento em escala geral para todo o Estado. As fases de implementação seguem nos próximos meses, até que tenhamos todas as equipes da polícia militar lavrando o Boletim de Ocorrência de forma integrada e digital, para que a gente acabe com o papel e otimize o trabalho da polícia", disse, em nota, o secretário de Defesa Social, Humberto Freire.

No projeto piloto, foi constatado que a tecnologia possibilitou um ganho de 40 a 50 minutos no retorno das viaturas da PM para as ruas.

RECURSOS

O Bids traz outros recursos que facilitam o dia a dia do policial, como georreferenciamento para preenchimento de informações básicas de endereço; a inserção de imagens de objetos apreendidos, como armas e entorpecentes; e a possibilidade de ditar informações, transformadas automaticamente em texto. Finalizado o preenchimento, é gerado um relatório virtual, que poderá ser compartilhado via aplicativos de troca de mensagens. 

 

Comentários

Últimas notícias