INSEGURANÇA

Cresce número de ciclistas roubados e agredidos na Zona Norte do Recife

Vítimas relataram à polícia abordagens semelhantes praticadas à luz do dia

Raphael Guerra
Raphael Guerra
Publicado em 21/10/2021 às 17:22
TV JORNAL/REPRODUÇÃO
CIRURGIA Professor agredido em assalto está em casa se recuperando - FOTO: TV JORNAL/REPRODUÇÃO
Leitura:

Após a repercussão dos assaltos violentos registrados contra um professor universitário e um juiz na Zona Norte do Recife, entre a última sexta-feira (15) e o domingo (17), pelo menos mais três ciclistas procuraram a Delegacia de Casa Amarela para denunciar que também sofreram abordagens semelhantes recentemente. Na tarde desta quinta-feira (21), um suspeito se apresentou à polícia.

De acordo com os novos relatos das vítimas, as abordagens ocorreram no Parque Santana e proximidades, o que reforça a necessidade de mais policiamento na localidade. Elas estavam andando de bicicleta quando os homens, correndo, se aproximaram e já foram praticando as agressões. Um dos ciclistas - um empresário - relatou ter sido golpeado com um soco inglês. 

O professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Rodrigo Carreiro, de 49 anos, foi empurrado da bike, no Parque Santana, na última sexta-feira. Ele teve quatro costelas quebradas, além da clavícula e de um dedo. Já o juiz foi abordado perto do Parque da Jaqueira no domingo pela manhã. Empurrado, ele chegou a perder os sentidos. Ambas as abordagens foram praticadas por três pessoas.

Na segunda-feira (18), um adulto foi preso e um adolescente de 17 anos foi apreendido suspeitos de envolvimento nas duas abordagens. Apenas a bicicleta do juiz foi recuperada. Estava sendo vendida na Avenida Dantas Barreto, área central do Recife.

Segundo o delegado Joel Venâncio, em coletiva realizada na segunda-feira, os dois suspeitos confessaram a participação."Estamos trabalhando para identificar um terceiro participante [do roubo], supostamente um menor, morador de rua, e conseguimos identificar o receptador e uma das bicicletas roubadas", contou.

O outro adolescente, já identificado, continua sendo procurado pela polícia. E um outro adulto, também reconhecido, esteve na Delegacia de Casa Amarela. Ele prestou depoimento sobre o caso e foi liberado, porque não há mais o flagrante.

RELATOS

Em entrevista à coluna Ronda JC, no domingo, o professor Rodrigo Carreiro detalhou o assalto sofrido. "Estava na pista de bicicleta, mais ou menos na terceira volta, quando os três correram pra cima de mim. Foi tudo muito rápido, fragmento de segundos. Um deles deu logo uma voadora e me derrubou. Não falaram nada. Pegaram minha bicicleta e meu celular, que caiu no chão, e foram embora", relatou.

Logo após o ocorrido, ele contou que procurou um vigilante, que o ajudou a ligar para o 190 e fazer a denúncia. Como mora perto do local, Rodrigo, muito machucado, foi andando para casa. Pediu ajuda à namorada, que o levou para um hospital particular, onde passou por cirurgia e já recebeu alta.

ESTATÍSTICAS

ARTES JC
Números de Crimes Contra o Patrimônio em Pernambuco - ARTES JC

Pelo segundo mês consecutivo, os crimes contra o patrimônio, que englobam os roubos e furtos, tiveram crescimento em relação a 2020, relevam dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS). Em setembro, 4.075 roubos e furtos foram registrados no Estado, contra 3.742 no mesmo período do ano passado. Aumento de 8,89%.

Já em agosto de 2021, foram 4.321 ocorrências registradas nas delegacias contra 4.085 no mesmo mês de 2020.No acumulado do ano, porém, os crimes contra o patrimônio estão com uma leve queda no Estado. A diferença chegou a -4,6%, pois este ano somou 38.924 casos no Estado, enquanto no ano anterior foram 40.801.

Em relação ao Recife, a polícia já somou 13.868 roubos e furtos nos nove primeiros meses deste ano, segundo dados da SDS. No mesmo período de 2020, foram 13.609. Já são seis meses consecutivos de crescimento dos casos. 

SERVIÇO

Pernambuco conta com um serviço de cadastro de bicicletas para que elas possam ser recuperadas pela polícia com mais facilidade. É uma ferramenta da SDS semelhante ao Alerta Celular.

É necessário entrar no site www.alerta.sds.pe.gov.br e cadastrar login e senha. Na sequência, a ferramenta pedirá os dados da bicicleta como marca, modelo, tipo, aro, cor e chassi. Essa numeração pode ser encontrada, por exemplo, abaixo da caixa do movimento central, próximo à gancheira e do cubo da roda traseira, perto da braçadeira do selim, e/ou na parte frontal do quadro da bicicleta.

Caso a pessoa seja furtada ou roubada, ela entra no site e clica no botão de alerta. Quem não tiver mais a nota fiscal, pode identificar características da bike e fotografá-las, anexando no cadastro.

 

ARTES JC
Números de Crimes Contra o Patrimônio em Pernambuco - FOTO:ARTES JC

Comentários

Últimas notícias