VIOLÊNCIA

Garanhuns tem aumento de 133% nos assassinatos; Metade das vítimas tinha até 24 anos

Somente nos dois primeiros meses deste ano, 14 pessoas foram mortas no município do Agreste de Pernambuco

Raphael Guerra
Raphael Guerra
Publicado em 22/03/2022 às 7:00
DIVULGAÇÃO/SECOM GARANHUNS
Garanhuns somou 14 homicídios nos dois primeiros meses de 2022, segundo dados da SDS - FOTO: DIVULGAÇÃO/SECOM GARANHUNS
Leitura:

O ano começou violento no município de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. Nos dois primeiros meses, 14 assassinatos foram registrados pela polícia. O número é 133% maior do que no mesmo período de 2021, quando seis pessoas foram mortas. As estatísticas são da Secretaria de Defesa Social (SDS). 

Das 14 vítimas no primeiro bimestre, 12 eram do sexo masculino e duas do feminino. Chama a atenção que metade das pessoas mortas tinha idades entre 12 e 24 anos. O envolvimento com as drogas continua como principal motivação dos crimes contra a vida em Garanhuns.

Em 31 de janeiro, um adolescente de 16 anos foi surpreendido por dois homens que chegaram em uma moto, no bairro da Cohab 3, em Garanhuns. A dupla se aproximou e atirou contra a vítima, que chegou a ser socorrida e encaminhada ao Hospital Regional Dom Moura, mas não resistiu. Familiares relataram que o adolescente fazia tratamento para se livrar das drogas.

Os números preocupam ainda mais porque Garanhuns conseguiu uma redução da violência em 2021. Foram 46 homicídios contra 61 em 2020. A queda foi de 24,59%. Apesar disso, nos três últimos meses do ano passado já era observada uma tendência de crescimento das mortes violentas.

OPERAÇÕES

A assessoria da SDS informou, por meio de nota, que as forças de segurança pública do Estado vêm realizando operações integradas para reduzir as mortes violentas em Garanhuns e região. Na última quinta-feira, foram cumpridos quatro mandados de prisão contra integrantes de uma organização criminosa suspeita de homicídios, roubos e tráfico de entorpecentes.

"A Polícia Civil vem aumentando cada vez mais a resolução de homicídios nessa região. Em fevereiro último, todos os oito Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) registrados no município em fevereiro foram elucidados, com indicação de autoria e a prisão de suspeitos. Somente este ano, as Polícias Civil e Militar prenderam mais de 30 homicidas e traficantes", informou a SDS, por nota. 

HOMICÍDIOS EM PERNAMBUCO

Pernambuco voltou a acender o alerta para o aumento da violência. Apenas nos dois primeiros meses do ano, 617 pessoas foram assassinadas. Um aumento de 11,2% em comparação com o mesmo período de 2021, quando houve 555 homicídios.

ARTES JC
Homicídios em Pernambuco - ARTES JC

Preocupação maior está na Região Metropolitana e no Agreste, porque ambas apresentaram uma porcentagem muito elevada de mortes violentas.

Na Região Metropolitana (sem incluir o Recife), houve 188 assassinatos nos dois primeiros meses deste ano. Foram 34 vítimas a mais do que no mesmo período de 2021. O aumento de 22,8% foi puxado por alguns municípios onde a disputa pelo domínio do tráfico de drogas resulta em guerra entre facções.

Já no Agreste do Estado, houve um aumento de homicídios mais preocupante. De 112 casos entre janeiro e fevereiro de 2021, a região saltou para 152 no primeiro bimestre deste ano. A taxa de crescimento foi de 36,61%. O avanço das organizações criminosas - cada vez mais articuladas - tem desafiado o trabalho da polícia, que não está conseguindo conter as mortes na região.

Comentários

Últimas notícias