balanço

Pernambuco soma mais 26 mortes e 323 novos casos de coronavírus; Estado tem 186 óbitos e 2.006 infectados

Dados foram divulgados no final da manhã desta sexta-feira (17)

Manuela Figuerêdo
Manuela Figuerêdo
Publicado em 17/04/2020 às 11:58
Notícia
GETTY IMAGENS
"Nosso estudo demonstra que os pacientes pré-sintomáticos têm alto desprendimento de carga viral", concluíram os pesquisadores - FOTO: GETTY IMAGENS
Leitura:

Atualizada às 19h17

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta sexta-feira (17), 323 novos casos de covid-19 em Pernambuco. Assim, o Estado totaliza 2.006 casos da doença. Também foram confirmados laboratorialmente 26 novos óbitos, incluindo a de um paciente de 102 anos. Com isso, o Estado totaliza 186 mortes pela Covid-19.

>>Brasil tem mais de 3 mil novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas

>>"O coronavírus não está indo embora; está cada vez mais próximo de cada um de nós", diz secretário de Saúde de Pernambuco

>>Coronavírus: "Amanhecemos o dia com 15 vagas de UTI", diz secretário sobre a alta ocupação de leitos

Até agora, os casos confirmados estão distribuídos por 72 municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países. As novas mortes confirmadas - 15 homens e 11 mulheres - foram de pacientes residentes nas seguintes cidades: Recife (15), Jaboatão dos Guararapes (3), Vitória de Santo Antão (2), Olinda (1), Cabo de Santo Agostinho (1), São Lourenço da Mata (1), Camaragibe (1), Paudalho (1) e Igarassu (1). As vítimas tinham idades entre 27 e 102 anos, e faleceram entre os dias 6 e 16 de abril.

Dos 26 pacientes que faleceram, 19 apresentavam comorbidades como hipertensão, diabetes, obesidade, asma, doença vascular crônica, doença renal crônica, AVC, fibrose pulmonar, histórico de tabagismo, etilismo e síndrome de POEMS.

Profissionais da saúde

Segundo a SES-PE, até agora, 774 profissionais da saúde foram diagnosticados com o novo coronavírus, e 539 casos foram descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública ou privada.

Pernambuco abre 467 novos leitos

Na coletiva online de imprensa, realizada na última terça-feira (14), o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, comentou sobre o aumento dos casos da covid-19 no Estado. Em 24 horas, houve o registro de mais 130 casos e 13 óbitos. Assim, Pernambuco registra 1.284 diagnósticos confirmados e 115 vítimas fatais. André alertou que se as pessoas não se isolarem, não haverá sistema de saúde que suporte a quantidade de doentes. Mas enfatizou as ações de combate e abertura, em um mês, de 467 novos leitos no Estado.

Todos os bairros do Recife já têm registro da doença

O secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, reconhece que a capital é o epicentro de covid-19 em Pernambuco e que os casos do novo coronavírus já estão registrados em todos os 94 bairros da cidade. “Estamos muito integrados na preocupação com a interiorização dos casos da doença em Pernambuco. A situação não é restrita a determinadas regiões ou a classes sociais. O vírus tem chegado com muita força nas comunidades. Como não existem barreiras entre os municípios, temos a clareza de que isso (expansão da covid-19) vale para toda a Região Metropolitana do Recife”, frisou Jailson, em coletiva de imprensa online na quarta-feira (15), ao lado do secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias