COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Ministério da Saúde aponta aumento no número de casos de covid-19 em Pernambuco, e secretaria contesta

Boletim do governo federal registrou aumento de óbitos na Bahia (9%), em Pernambuco (8%) e no Ceará (3%)

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 16/07/2020 às 0:18
Notícia
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Pernambuco totaliza 74.960 casos já confirmados de covid-19, sendo 21.484 graves e 53.476 leves - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

Boletim epidemiológico divulgado na quarta-feira (15), pelo Ministério da Saúde, destaca que, no Nordeste, houve redução de 8% no número de casos novos de covid-19 na semana epidemiológica 28 (5/7 a 11/7, com 81.991 confirmações), em relação à 27 (28/6 a 4/7, com 89.015 confirmações). Os dados foram apresentados em coletiva de imprensa, que mostrou Pernambuco como o Estado da região que mais teve aumento no período (24%). O outro que teve incremento foi o Ceará, com 5% a mais de confirmações entre a 27ª e a 28ª semana. A pasta ainda frisou que foi observado um aumento no número de novos óbitos pelo novo coronavírus na semana 28, em comparação com a 27, nos Estados da Bahia (9%), Pernambuco (8%) e Ceará (3%).

Os dados apresentados no boletim do Ministério da Saúde chamam a atenção neste momento em que o governo de Pernambuco tem apresentado indicadores que sinalizam queda da curva epidêmica da covid-19.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que, ao longo das últimas semanas, Pernambuco vem observando uma tendência de redução dos casos e dos óbitos pela doença. “É importante ressaltar que a melhor forma de analisar os dados, a evolução e a curva de transmissão da doença é a partir das datas de ocorrência dos óbitos e pela data de notificação dos casos. A análise pelas notificações dos informes diários não é indicada, já que há, por vezes, acúmulo ou falta de notificações, que são feitas pelas secretarias municipais, unidades de saúde e laboratórios”, diz a nota. Contrapondo à análise do ministério, a SES frisou que, em relação às confirmações de covid-19, juntando os casos leves e graves, na 27ª semana, foram 6.442 registros. Já na semana seguinte (28ª), foram 4.958, o que representa uma queda de 23%. “Detalhando ainda mais a informação, na semana epidemiológica 27, foram 5.651 casos leves e 791 casos graves; na 28, foram 4.425 leves e 533 graves, representando uma queda de 21,7% e 32,6%, respectivamente”, esclarece a secretaria.

Também em relação aos óbitos por covid-19, diferentemente do que traz o boletim do Ministério da Saúde, a SES diz que observa uma queda de 41,2% na comparação entre as duas semanas, passando de 221 na 27ª para 130 na 28ª. A SES ainda acrescenta que houve de óbitos suspeitos, passando de 355 para 224 (36,9% de queda).

Na quarta-feira (15), em coletiva de imprensa transmitida pela internet, o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, reforçou que a luta contra a covid-19 está longe de acabar. "O vírus continua entre nós. Assim, precisamos aprender a conviver com este novo cenário que está posto, tomando medidas para nos protegermos e evitarmos novos casos e mortes. Serão as nossas atitudes agora que vão definir os nossos próximos passos", destacou Longo. 

Agreste e Sertão de Pernambuco

Os casos confirmados de covid-19 que precisam de internamento ainda estão em alta em Caruaru, Agreste, e em Petrolina, Sertão. No dia 23 de junho, 257 moradores de Caruaru estavam em vagas de enfermaria e UTI. Ontem esse número chegou a 304 pacientes. No boletim da SES de 23 de junho, Petrolina não aparecia entre as 20 cidades do Estado com mais casos graves internados. Ontem a cidade constava na lista com 58 pessoas em leitos hospitalares.

Confira os casos da covid-19 em Pernambuco por município:

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias