pandemia

Pernambuco atinge triste marca de mais de 100 mil casos de coronavírus

O Estado também totalizou 6.758 vidas pedidas para o vírus nesta quarta-feira (5)

Alice Albuquerque
Alice Albuquerque
Publicado em 05/08/2020 às 12:18
Notícia
FRED TANNEAU / AFP
No domingo, o governo já havia dito que um indiano de 54 anos deu entrada em um hospital privado de São Luís, na sexta, com covid-19 - FOTO: FRED TANNEAU / AFP
Leitura:

O boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) desta quarta-feira (5), mostrou que o Estado atingiu a marca 100.321 casos confirmados do coronavírus e 6.758 vidas pedidas para o vírus. Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.488 novos casos e 41 mortes. 

>> 100 mil casos de coronavírus e a dor imensurável de quem perdeu um ente querido em Pernambuco

>> Brasil chega a 95.819 mortes no total e volta a registrar mais de 50 mil casos de coronavírus em 24 horas

A Secretaria faz questão de ressaltar que o aumento de casos no informe de hoje, em comparação ao da terça-feira (4) é motivado pelo atraso e acumulo de notificações pelos municípios.

>> Aldo Vilela se emociona ao encerrar programa na CBN Recife: "Perdi meu pai para a covid-19"

Entre os casos confirmados desta quarta, 84 (5,6%) são graves e se enquadram na Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Já os outros 1.404 (94,4%) são leves, ou seja, pacientes que não demandam internamento hospitalar e já estavam curados ou na fase final da doença.

>> Pernambuco ultrapassa 75 mil recuperados do coronavírus, mas secretário lembra que caminho ainda é longo

>> Universidade de Brasília e HUB iniciam teste de vacina contra covid-19

Pernambuco também contabilizou 41 óbitos ocorridos desde o dia 21 de maio. Do total de vidas perdidas contabilizadas nas últimas 24 horas, 11 (26,8%) ocorreram nos últimos três dias, sendo cinco mortes registradas na terça-feira (4), três na segunda-feira (2), e três no domingo (2). Já os outros 30 óbitos (73,2%) ocorreram entre os dias 21/05 e 1º/08, totalizando 6.758 vidas perdidas pelo coronavírus desde o início da pandemia.

Comentários

Últimas notícias