Coronavírus

Brasil já possui 3,5 milhões de casos confirmados de covid-19 e 114 mil mortos pela doença

Segundo o Ministério da Saúde, Pernambuco ocupa a 10ª colocação nacional em número de casos da doença, com 118.027 confirmações até hoje

JC
JC
Publicado em 22/08/2020 às 18:58
Notícia
FREEPIK/BANCO DE IMAGENS
Renderização 3D de células do novo coronavírus - FOTO: FREEPIK/BANCO DE IMAGENS
Leitura:

O Ministério da Saúde informou, na noite deste sábado (22), que o Brasil já registrou 114.250 mortes provocadas pela covid-19, além de mais de 3,5 milhões de casos da enfermidade. Apenas nas últimas 24 horas, 892 novas mortes foram contabilizadas e 50.032 pessoas receberam diagnósticos positivos para infecção pelo coronavírus. Os dados foram divulgados no início da noite.

A pasta informa, também, que Pernambuco ocupa a 10ª colocação nacional em número de casos da doença, com 118.027 confirmações até hoje. Em primeiro lugar está o Estado de São Paulo, com 749.244 casos contabilizados. Em segundo lugar está a Bahia, com 234.204 confirmações, e logo depois vem o Rio de Janeiro, com 210.464 casos.

>> Pernambuco confirma mais 596 casos de coronavírus e 29 óbitos pela doença nas últimas 24 horas

>> Estou com sintomas de coronavírus. O que fazer?

>> Vacina brasileira para o coronavírus entra em fase de testes em animais

São Paulo também lidera o ranking nacional da enfermidade em número de óbitos: 28.392. Em seguida está o Rio de Janeiro, com 15.267 mortes, e em terceiro lugar está o Ceará, com 8.286 óbitos. Pernambuco figura em quarto lugar nesse quesito, com 7.364 mortes em todo o Estado.

Ainda segundo o ministério, 2,7 milhões de pessoas já se recuperaram da covid-19 no País e 758.474 estão em acompanhamento médico. Três mil óbitos estão em investigação.

Pernambuco

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) confirmou, neste sábado (22), mais 596 casos do novo coronavírus e 29 mortes em decorrência da covid-19. Com os novos dados, Pernambuco totaliza 118.027 infectadas pelo vírus e chega ao número de 7.364 vidas perdidas, desde o início da pandemia, em março.

De acordo com as SES, dos pacientes que faleceram por conta da doença, 22 apresentavam comorbidades confirmadas, como diabetes, hipertensão ou doença cardiovascular, por exemplo. Os dados mostram, ainda, que 75,1% dos óbitos foram de pessoas com mais de 60 anos (22,2% do total na faixa dos 60 a 69; 25,6% em pessoas de 70 a 79 anos e 27,3% em pacientes acima dos 80 anos).

Comentários

Últimas notícias