PANDEMIA

Com mais 1.348 novos quadros, Pernambuco alcança maior média móvel de casos de covid-19 desde 5 de setembro

Depois de um período com tendência de queda, a média móvel entrou em ascendência e voltou a ser maior que mil na última terça-feira (1º)

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 02/12/2020 às 16:37
Notícia

FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
O Estado totaliza 185.607 casos confirmados da doença e 9.082 mortes desde o início da pandemia. - FOTO: FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Leitura:

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou 1.348 novos casos da covid-19, nesta quarta-feira (2), em Pernambuco. Além dos novos infectados, também foram confirmados 26 novos óbitos causados pela doença, ocorridos entre os dias 11 e 30 de novembro. Com a contabilização dos números desta quarta-feira, a média móvel de de casos atingiu 1.074 casos, o maior índice desde o dia 5 de setembro, quando foi de 1.116. 

>> "Ninguém tem mais dúvida se tem reinfecção, mas não se sabe a dimensão", diz infectologista sobre covid-19

>> Vacina da Pfizer é aprovada no Reino Unido e aplicação já tem início na próxima semana

>> Ministério da Saúde define fases de vacinação contra covid-19 no Brasil; veja grupos que serão imunizados

A média móvel é obtida por meio da soma de registros da última semana, dividindo este número por sete. A alta ou a queda são observadas quando a variação em relação aos 14 dias anteriores é maior que 15%, para baixou ou para cima. Quando o número registrado é menor que 15%, a média é considerada estável.

Depois de um período com tendência de queda, a média móvel entrou em ascendência e voltou a ser maior que mil na última terça-feira (1º). Em relação aos últimos 14 dias, a média móvel de casos cresceu 59%, enquanto a de mortes cresceu 16%, chegando a 16 casos. Desde o início da pandemia, o maior nível da média de casos foi 1.451, registrado em 29 de julho. 

Entre os casos confirmados pela SES no último boletim, 59 são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.289 são casos leves. Agora, o Estado totaliza 185.607 casos confirmados da doença e 9.082 mortes desde o início da pandemia.

Nos últimos dias, o governo de Pernambuco registrou problemas de atualização dos dados. A dificuldade foi relatada no último sábado (28) e acarreta em acúmulo e consequente aumento de casos registrados em uma só vez, também gerando uma subida abrupta da média móvel. Segundo a SES, o aumento do número de casos, reportado nesta quarta-feira, é motivado pelo acúmulo de notificações dos últimos três dias, devido á uma instabilidade no e-SUS Notifica, o sistema do Ministério da Saúde onde são notificados os casos leves. 

Comentários

Últimas notícias