NOVO CORONAVÍRUS

Com terceira semana de aumento de casos, Pernambuco entra em tendência de crescimento da covid-19

Governo voltou a anunciar medidas restritivas após o aumento de casos

Amanda Rainheri
Amanda Rainheri
Publicado em 07/12/2020 às 17:57
Notícia

DOUGLAS FAGNER/DIVULGAÇÃO
Secretário André Longo reforçou o apelo pelo cumprimento de medidas de distanciamento - FOTO: DOUGLAS FAGNER/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Em pronunciamento nesta segunda-feira (7), o secretário de saúde de Pernambuco André Longo afirmou que o Estado fechou a semana 49 no último sábado (5) com alta nos indicadores de solicitação de UTI e casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Com esse cenário, Pernambuco passa a ter tendência de crescimento de casos. 

>> Covid-19: Pernambuco proíbe festas, shows e eventos de Natal e Ano Novo

>> Com 746 novas confirmações nesta segunda (7), média móvel de casos da covid-19 sobe 73% em Pernambuco

>> Procon-PE interdita quatro bares localizados em Boa Viagem e no Recife Antigo

"Verificamos um aumento das solicitações de UTI, de casos de Srag, junto ao aumento da taxa de ocupação de leitos no Estado. Essa é a terceira semana seguida de alta nos indicadores. Saímos de oscilações para uma tendência clara de crescimento de casos", afirmou Longo. 

Nesta segunda-feira, Pernambuco confirmou 746 novos casos e 22 óbitos em decorrência da doença. Agora, Pernambuco soma 191.161 confirmações laboratoriais para o vírus e 9.170 vidas perdidas para a covid-19. 

Fiscalizações

Segundo André Longo, as fiscalizações no último fim de semana mostraram o descumprimento dos protocolos de medidas sanitárias em locais como bares, restaurantes e clubes de festas e shows. Por isso, o governo decidiu retroceder e proibir shows, festas e similares em todo o Estado a partir desta terça-feira (8), com exceção de eventos como casamentos e formaturas, que deverão seguir os protocolos. Eventos de Natal e Ano Novo também estão proibidos no Estado, mesmo aqueles dentro de condomínios ou hotéis, com ou sem cobrança de ingresso.

"Essas medidas entram em vigor amanhã (dia 8), com a publicação do decreto. A fiscalização a partir de hoje será ainda mais intensa para coibir o descumprimento. Precisamos conscientizar a população. Se continuarmos vendo essa recorrência, ações mais severas serão adotadas nessas áreas de lazer e entretenimento nas próximas semanas", pontuou Longo. 

Leitos

O secretário destacou ainda que novos leitos estão sendo reabertos para dar conta da demanda crescente no Estado. Em menos de um mês, 150 deles novas vagas foram recriadas na rede pública. Vinte delas foram reabertas nesta segunda-feira (7) na Maternidade Brites de Albuquerque, em Olinda, Grande Recife. "Estamos mobilizando insumos e recursos humanos para novas vagas. Mas, para além do poder público, as pessoas também são responsáveis pelo controle da doença. Não podemos baixar a guarda. Única forma de que garantir que possamos estar juntos em breve é se protegendo e praticando o distanciamento social. Nossos hábitos serão determinantes  para preservarmos vidas e não sobrecarregarmos nossa rede de assistência de saúde no Estado", argumentou. 

 

Comentários

Últimas notícias