CORONAVÍRUS

Veja as cidades de Pernambuco que aumentaram restrições por causa da covid-19 em 2021

Com mais um ciclo de alta da covid-19 em todo o Estado, cidades como Nazaré da Mata, Carpina e Tracunhaém aumentaram restrições sanitárias para controlar a circulação de pessoas

JC
JC
Publicado em 22/02/2021 às 21:31
Notícia

TIÃO SIQUEIRA/JC Imagem
Em Nazaré da Mata, uma das medidas é para limitar a quantidade de pessoas em templos religiosos - FOTO: TIÃO SIQUEIRA/JC Imagem
Leitura:

Atualizada em 24/02/2021

Para controlar a circulação de pessoas e, assim, diminuir a disseminação da covid-19, algumas cidades de Pernambuco estão aumentando as restrições sanitárias. Até esta terça-feira (23), municípios como Nazaré da Mata, Carpina, Tracunhaém e Buenos Aires, na Zona da Mata Norte, e Cedro, no Sertão, tinham instituído regras mais severas para o funcionamento de estabelecimentos de alimentação e templos religiosos e suspendido aulas presenciais. Além disso, o governo do Estado anunciou que a partir da sexta-feira (26),  até o dia 10 de março, todas as atividades econômicas e sociais estarão proibidas, entre 20h e 5h, em 63 municípios localizados em três regiões.

>> Covid-19: Pernambuco determina suspensão de atividades econômicas e sociais, das 20h às 5h, em três regiões do Estado

Nazaré da Mata

Nazaré da Mata foi a primeira cidade a anunciar restrições mais rígidas, no dia 17 de fevereiro. Em decreto, a prefeitura prorrogou o estado de calamidade do município até 30 de junho de 2021 e vedou aglomerações em bares, restaurantes, lanchonetes, depósitos de venda de bebidas, igrejas, repartições públicas, entre outros. A determinação é válida, inicialmente, por 30 dias. Na cidade, as aulas presenciais nas escolas e faculdades públicas e particulares em funcionamento no município foram suspensas por 45 dias.

TIÃO SIQUEIRA/JC Imagem
Movimentação em Nazaré da Mata na noite desta sexta-feira (19) - TIÃO SIQUEIRA/JC Imagem
TIÃO SIQUEIRA/JC Imagem
Pontos de alimentação precisam fechar às 20h - TIÃO SIQUEIRA/JC Imagem
TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Movimentação em Nazaré da Mata na noite desta sexta-feira (19) - TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Movimentação em Nazaré da Mata - TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM

Bares, restaurantes, lanchonetes, pontos de conveniência e locais onde são comercializadas bebidas e alimentos só podem funcionar até as 20h. Os estabelecimentos que não respeitarem a norma podem ter o alvará de funcionamento cassado.

>> Diocese de Nazaré da Mata faz ato em homenagem às vítimas da covid-19

Igrejas e templos religiosos não poderão receber mais do que 300 pessoas e devem restringir a capacidade a 30%. Além disso, o distanciamento social de 1,5 metro deve ser respeitado, além do uso obrigatório de máscara e do fornecimento de álcool em gel ou líquido a 70%.

Carpina

Em Carpina, o Decreto 08/2021,publicado nesta segunda-feira (22), estipula horários para encerramento das atividades de bares, restaurantes, lanchonetes conveniências e padarias. Esses estabelecimentos podem funcionar, de segunda a sexta-feira, até as 20h; nos domingos e feriados, até as 18h. Serviços de entrega poderão funcionar até as 22h.

As igrejas e templos poderão exercer as atividades de forma presencial, com limite de 30% (trinta por cento) da capacidade total do ambiente, distanciamento de 1,5 metros entre pessoas, uso obrigatório de máscaras e álcool 70%. A tradicional Festa de São José, em Carpina, foi suspensa. As atividades desportivas e os eventos em casas de festas também não poderão ser realizados. Além disso, aulas presenciais da rede pública e privada ficam suspensas por 90 dias.

O comércio poderá funcionar das 7h às 18h, de segunda a sexta-feira; das 6h às 18h, aos sábados. O uso de máscaras, por funcionários e clientes, continua sendo obrigatório.

A feira do Bairro de Santo Antônio será estendida para as ruas Ernani Farias, Padre Melo, Aldo Môro, Humberto de Campos e Siqueira Campos. Já a feira do centro deverá ser montada a partir das 18h da quinta-feira, encerrando às 17h do sábado. Não será permitido bancos de feira às margens da PE-90. Os produtos não poderão ser comercializados no chão, mesmo que em cima de lonas.

Tracunhaém 

Em Tracunhaém, conforme decreto desta segunda-feira (22), também foram suspensas as aulas nas redes públicas municipal e privada. Ainda foram proibidas atividades esportivas em áreas públicas. Na cidade, lanchonetes, bares e restaurantes só podem funcionar até as 19h, com a metade da capacidade, sem deixar de respeitar o distanciamento de 1,5 metro.

As igrejas estão autorizadas a receber fiéis, desde que a capacidade de 30% dos templos seja respeitada. Essa quantidade não pode ser maior do que 300 pessoas.

Buenos Aires

Em Buenos Aires, um decreto municipal publicado na segunda (22) suspendeu a realização de eventos "de qualquer natureza, público ou privada" com mais de 100 pessoas e as aulas presenciais em escolas públicas e privadas. O texto também proibiu aglomeração em pontos comerciais, piscinas coletivas, clubes, casas de festas, igrejas e templos, quadras ou ginásio e em repartições públicas. O texto especifica que entende-se por aglomeração "reuniões em mesas ou rosas de conversa em ambiente fechado ou em via pública".

Bares, restaurantes, lanchonetes, piscinas coletivas, pontos de conveniência e locais de comercialização de bebidas e alimentos só podem funcionar até as 18h, sob pena de cassação de alvará de funcionamento ou proibição de atividades. O comércio via delivery está permitido após esse horário.

Autoriza que igrejas, templos ou locais de culto religioso de qualquer denominação exerçam atividades presenciais, desde que apenas 30% da capacidade local seja preenchida, não devendo ultrapassar 100 pessoas. Deve ser estimulado o distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas, utilização de máscara facial e fornecimento de álcool em gel ou líquido. Fica proibida a disponibilização de bebedouros coletivos.

O texto permite que servidores que sejam do grupo de risco ou habitem na mesma casa com parentes do grupo de risco trabalhem a distância.

Goiana

O município de Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, anunciou nesta quarta-feira (27) que irá restringir a circulação de pessoas para tentar conter a covid-19. Goiana foi a quinta cidade do Estado a editar decreto suspendendo as aulas presenciais e a limitação do funcionamento de lojas, bares e restaurantes. 

Em vídeo, publicado nas redes sociais da prefeitura, o gestor Eduardo Honório Carneiro (PSL) detalhou que o comércio deverá ser fechado às 17h, bares não poderão permanecer abertos após as 20h e todas as escolas (estaduais e municipais) não poderão reabrir. Também haverá barreiras sanitárias na entrada da cidade.

 

Cedro

Com 873 casos de covid-19 confirmados no município, a prefeitura de Cedro, no Sertão do Estado, também aumentou as medidas de restrição na cidade. Um decreto municipal que entrou em vigor nesta segunda-feira (22) e é válido por 15 dias, estabelece as novas regras que deverão ser cumpridas pela população. 

Entre as restrições, está proibida a abertura de estabelecimentos não essenciais. As aulas presenciais na rede pública e privada da cidade também foram suspensas. Templos religiosos e academias de ginásticas deverão permanecer fechadas. Assim como a feira livre e o mercado público do município. Confira aqui a lista com todas as medidas de restrição da cidade.

Cidades com restrições nas atividades a partir desta sexta-feira (26)

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, anunciou, nesta terça-feira (23), que três regiões de Pernambuco terão apenas serviços essenciais entre 20h e 5h, a partir desta sexta-feira (26). E nos dois próximos finais de semana, haverá horário restrito será das 17h até as 5h. As medidas seguem até o dia 10 de março, nos municípios ligados às Gerências Regionais de Saúde de Limoeiro, Caruaru e Ouricuri.

Veja a lista:

Regional de Limoeiro inclui 20 municípios: Bom Jardim, Buenos Aires, Carpina, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, João Alfredo, Lagoa de Itaenga, Lagoa do Carro, Limoeiro, Machados, Nazaré da Mata, Orobó, Passira, Paudalho, Salgadinho, Surubim, Tracunhaém, Vertente do Lério, Vicência.

Regional de Caruaru inclui 32 municípios: Agrestina, Alagoinha, Altinho, Barra de Guabiraba, Belo Jardim , Bezerros, Bonito, Brejo da Madre de Deus, Cachoeirinha, Camocim de São Felix, Caruaru, Cupira, Frei Miguelinho, Gravatá, Ibirajuba, Jataúba, Jurema, Panelas, Pesqueira, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, São Bento do Uma, São Caetano, São Joaquim do Monte, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Toritama, Vertentes.

Regional de Ouricuri inclui 11 municípios: Araripina, Bodocó, Exu, Granito, Ipubi, Moreilândia, Ouricuri, Parnamirim, Santa Cruz, Santa Filomena, Trindade.

Os números crescentes da pandemia e a lotação acima de 90% dos leitos nessas três Geres justificaram a medida restritiva. “A nova aceleração da doença tem superlotado os sistemas de saúde e vem repetindo o mesmo caminho de 2020, começando pelos Estados do Norte e, agora, chegando com força ao Nordeste”, afirmou Paulo Câmara.

O governador reforçou que o Estado segue monitorando diariamente os números da covid-19. “Caso o índice de ocupação de leitos de UTI permaneça subindo, teremos que tomar medidas ainda mais duras nos próximos dias”, advertiu. Segundo Paulo Câmara, durante os 11 meses de luta contra o novo coronavírus, Pernambuco montou a segunda maior rede de terapia intensiva (UTI) do País, com leitos no Recife e em mais 15 cidades, do litoral ao Sertão.

Comentários

Últimas notícias