PANDEMIA

Pernambuco tem mais 1.664 casos da covid-19; ocupação de leitos de UTI da rede pública é de 94%

Os leitos destinados a pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em Pernambuco atingiram uma ocupação de 94% na rede estadual e de 88% na rede privada

JC
JC
Publicado em 06/03/2021 às 21:03
Notícia
Rovena Rosa/Agência Brasil
São 64 vagas de enfermeiros plantonistas para atuar na Secretaria Municipal de Saúde, sendo sete para pessoas com deficiência - FOTO: Rovena Rosa/Agência Brasil
Leitura:

Os leitos destinados a pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em Pernambuco atingiram, respectivamente, uma ocupação de 94% na rede estadual e de 88% na rede privada, segundo o boletim divulgado na noite deste sábado (6) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). Além disso, foram registrados 1.664 novos casos da covid-19 e confirmados 34 novos óbitos (17 masculinos e 17 femininos), que ocorreram entre os dias 20 de maio do ano passado e a última sexta-feira (5).

>> Sábado de restrições mais rígidas tem movimentação em Porto de Galinhas e Centro do Recife vazio

>> Brasil supera dez mil mortes por covid-19 em uma semana, recorde da pandemia, diz consórcio de imprensa

A rede estadual possui 2040 leitos destinados aos pacientes com SRAGque estão com uma taxa média de ocupação de 88%. Isso inclui 1057 vagas de UTI com 94% de ocupação e 983 leitos de enfermaria com uma ocupação de 80%. Na rede privada, são 539 leitos destinados a pacientes com SRAG com uma ocupação média de 76%. Esse total inclui 335 vagas de UTI com uma ocupação de 88% e e 204 leitos de enfermaria com uma ocupação de 57%. Os números citados foram levantados pela SES-PE.

"Alerto a todos que, mesmo com todo esse esforço, pode chegar o momento em que o volume de pacientes com quadros graves, supere a nossa velocidade operacional de abrir novos leitos. Não temos escolha: ou enfrentamos a pandemia juntos ou ela não será superada, causando ainda mais mortes e trazendo ainda mais dor a todos", comentou o secretário estadual de Saúde, André Longo, depois de dizer que "o governador Paulo câmara (PSB) continua com o grande esforço logístico para abrir ainda mais vagas" em hospitais. Somente em Pernambuco, morreram 11.153 pessoas devido à esta doença.

Entre os confirmados neste sábado, 75 (4,5%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.589 (94,5%) são leves. No total, Pernambuco registrou 307.984 casos confirmados da doença, incluindo 32.920 graves e 275.064 leves. A contaminação pelo vírus ocorreu em todos os 184 municípios do Estado mais Fernando de Noronha. Dentro dos que foram contaminados,  um total de 264.957 pacientes se recuperaram da doença. Destes,19.950 eram pacientes graves, que precisaram de internamento hospitalar, e 245.007 foram casos leves.

Os novos óbitos são de pessoas residentes em Araripina (1), Arcoverde (1), Bezerros (1), Buíque (1), Caruaru (1), Goiana (1), Igarassu (1), Jaboatão dos Guararapes (2), Limoeiro (1), Macaparana (1), Moreno (1), Nazaré da Mata (1), Ouricuri (1), Paulista (4), Petrolina (2), Recife (11), Surubim (1), Triunfo (1) e Verdejante(1). Eles tinham idades entre 24 e 94 anos, pertencendo as seguintes faixa etárias: 20 a 29 (1), 30 a 39 (2), 40 a 49 (2), 50 a 59 (6), 60 a 69 (7), 70 a 79 (8) e 80 ou mais (8). Do total, um não tinha comorbidades e 28 tinham problemas préexistentes, como doença cardiovascular (17), diabetes (13), doença respiratória (6), hipertensão (6), obesidade (3), câncer (2), doença hepática (1), doença renal (1), imunossupressão (1).  É bom lembrar que um paciente pode apresentar mais de uma comorbidade. Os demais seguem em investigação.

Tanto os casos confirmados de doença como o de mortes continuam em alta no Estado. O governo do Estado decretou medidas restritivas até o dia 17 de março, probindo as atividades não essenciais de funcionarem nos próximos dois finais de semana, incluindo o fechamento de parques e a proibição de frequentar a faixa de areia da praia, que só pode ser usada para a prática de esportes individuais.

O aumento dos casos registrados neste começo de mês, segundo informações da SES-PE, ocorre por um conjunto de fatores como: as pessoas frequentaram aglomerações -  inclusive durante o período de Momo- , geralmente em março ocorre um aumento de casos de problemas respiratórios da população e também há a supeita de que há novas variantes do vírus circulando no Estado. Se você for sair, use máscara, álcool em gel nas mãos e evite aglomerações.

Balanço da vacinação em Pernambuco

Pernambuco aplicou 498.612 doses da vacina contra a Covid-19, das quais 364.212 foram primeiras doses. Ao todo, foram feitas a primeira dose em 166.312 trabalhadores de saúde; 24.039 povos indígenas aldeados; 5.587 idosos em Instituições de Longa Permanência; 28.396 idosos de 75 a 79 anos; 58.098 idosos de 80 a 84 anos; 80.928 idosos a partir de 85 anos; além de 852 pessoas com deficiência institucionalizadas. Tomaram a segunda dose 106.748 trabalhadores de saúde; 22.490 povos indígenas aldeados; 4.128 idosos institucionalizados; 381 idosos de 80 a 84 anos; 60 idosos a partir de 85 anos e 593 pessoas com deficiência institucionalizadas; totalizando 134.400 pessoas que já finalizaram o esquema.

Comentários

Últimas notícias