COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Covid-19: em 15 dias, aumenta em 47% o número de notificações de casos graves em Pernambuco

Indicadores ratificam que o Estado permanece com aceleração acentuada da covid-19

Cinthya Leite
Cadastrado por
Cinthya Leite
Publicado em 21/03/2021 às 21:57 | Atualizado em 21/03/2021 às 22:02
HÉLIA SCHEPPA/SEI
A pressão sobre o sistema de saúde não sumirá sem deixar rastros - FOTO: HÉLIA SCHEPPA/SEI
Leitura:

Com salas de terapia intensiva (UTI) lotadas, maior volume de atendimento nas emergências e profissionais de saúde exaustos nas redes públicas e privadas, Pernambuco permanece com aceleração acentuada da covid-19, o que denota um cenário preocupante, em que as unidades de saúde operam além do limite. 

Na última semana epidemiológica, de número 11, que terminou no sábado (20), o Estado registrou mais uma vez incremento nas notificações de síndrome respiratória aguda grave (srag). Foram 1.499 casos - 172 a mais, em comparação com a semana anterior, de número 10. O aumento foi de 13%. Já na comparação com 15 dias (ou seja, uma análise entre as semanas de número 9 e 11, com 1.018 e 1.499 casos notificados de srag), o crescimento foi de 47%.  

Esses indicadores são um dos termômetros para se analisar a tendência de agravamento da pandemia e atualmente o cenário é de forte escalada. A pressão sentida pelo sistema de saúde é gigante. Ao longo dos últimos 20 dias de março, foram criados, em Pernambuco, 383 leitos de UTI em 14 municípios, do Litoral ao Sertão. O secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, tem alertado que, mesmo com todos os esforços para ampliar vagas, a rede hospitalar do Estado está cada vez mais próximo do limite, o que reforça a necessidade de cooperação por parte de todos.

"Quem trabalha na área da saúde sabe que não é uma tarefa simples colocar um leito de UTI para funcionar. Seguimos trabalhando para abrir novos leitos, mas, mesmo com os esforços, nosso sistema de saúde está cada vez mais pressionado. A cada dia, o vírus se torna mais perigoso e sua propagação mais rápida. Sabemos que ampliar o número de leitos é essencial para a recuperação de pacientes graves, mas, neste momento, o esforço precisa ser ainda maior e de todos. A única medida capaz de frear a curva crescente da covid-19 é reduzir a circulação de pessoas”, diz Longo. 

Mesmo com a ampliação da rede de leitos para pacientes com sintomas de covid-19, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, voltou a reforçar a importância de a população seguir os protocolos sanitários. “Apesar de todo o esforço, nosso sistema está no limite, e precisamos frear a aceleração da doença. É preciso evitar sair de casa e, se for muito necessário sair, usar máscara o tempo todo”, frisou.

Comentários

Últimas notícias