ÓBITO

Fernando de Noronha registra primeira morte por covid-19 em seu território

A vítima era um guia turístico de 50 anos

JC
JC
Publicado em 19/04/2021 às 22:31
Notícia
GUILHERME PAIXA/DIVULGAÇÃO
RESTRIÇÃO Bares da ilha poderão ficar abertos até a meia-noite, mas horário de apresentações é menor - FOTO: GUILHERME PAIXA/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Fernando de Noronha confirmou, nesta segunda-feira (19), a primeira morte por covid-19 em seu território desde o início da pandemia. A vítima é um guia turístico de 50 anos.

O morador estava internado no Hospital São Lucas e apresentou os primeiros sintomas no dia 11 de abril. Ele morreu após sofrer uma parada cardiorrespiratória

Com a morte, sobe para três o número de moradores do arquipélago vítimas da doença. As outras duas pessoas, no entanto, faleceram no Recife.

Casos em Fernando de Noronha

Segundo o boletim da Administração de Fernando de Noronha, foram registrados 642 casos da covid-19, sendo 560 no arquipélago e 82 importados. Desse total, 618 estão recuperados. Ainda há 21 pacientes em isolamento domiciliar, cumprindo quarentena na ilha.

Até o dia 30 de abril, atividades não essenciais estão proibidas entre 22h e 5h. O uso de máscara nos espaços públicos é obrigatório.

Além disso, para entrar no arquipélago é necessário apresentar exame com resultado negativo feito 48 horas antes da viagem. Uma cópia deverá ser apresentada no desembarque.

Para quem já foi infectado, deverá ser apresentado RT-PCR com resultado positivo feito no mínimo há mais de 20 dias antes do embarque e, no máximo, 90 dias antes. Também é possível apresentar exame sorológico realizado no máximo 30 dias antes do dia do embarque.

Na saída da ilha, 30% dos passageiros de cada voo ou embarcação serão sorteados para realizar o teste. Os sorteados receberão antecipadamente a data do novo exame.

 

Comentários

Últimas notícias