COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Pessoas que fumam têm 14 vezes maior risco de ter covid-19 grave, alerta diretora do Inca

Alerta é feito pelo Inca neste Dia Mundial sem Tabaco. O tabagismo geralmente prolonga a internação em UTI e a permanência hospitalar geral, expondo potencialmente a outras infecções

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 31/05/2021 às 10:31
Notícia
NEIL HALL/POOL/AFP
Agora, Pernambuco totaliza 583.969 casos confirmados da covid-19 - FOTO: NEIL HALL/POOL/AFP
Leitura:

"Fumantes com pneumonia causada pelo coronavírus têm 14 vezes mais chances de progressão da doença para formas mais graves e até morte, em relação ao não fumante." A declaração é da diretora-geral do Instituto Nacional de Câncer (Inca), Ana Cristina Pinho, que ressalta a importância da campanha Comprometa-se a parar de fumar, da Organização Mundial da Saúde (OMS). A mobilização marca o Dia Mundial sem Tabaco, lembrado nesta segunda-feira (31) em todo o planeta.

Leia também: Com mais de 5 mil confirmações, Pernambuco registra recorde de casos de covid-19 em 24h desde o início da pandemia

Este ano, a OMS lançou o desafio com duração de um ano, enumerando mais de 100 razões para deixar de fumar. Trata-se de uma maneira de mobilizar, motivar, sensibilizar e encorajar as pessoas que dependem do cigarro a pararem de fumar. O tabagismo é o único fator de risco totalmente evitável e responsável por mortes, doenças e alto custo ao sistema de saúde. Segundo a representante da Divisão de Controle do Tabagismo do Inca Vera Borges, para atender ao tema proposto pela OMS para o Dia Mundial sem Tabaco, diversas ferramentas devem estar à disposição do fumante. "Além do tratamento intensivo, que é oferecido nas unidades de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS), a abordagem breve feita por todo e qualquer profissional de saúde tem grande relevância nessa jornada, dado ao seu grande alcance", frisa Vera.

Como reforço à campanha da OMS, no Brasil, a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e o Inca disponibilizará à população, a partir de amanhã, um conjunto de materiais, como cards para internet, vídeos e cartazes de esclarecimento e de orientação sobre os malefícios do tabaco. Os materiais trazem como mote Parar de fumar é uma vitória e alerta para as diferentes formas que o tabaco se apresenta para crianças, como fumantes passivas, jovens e adultos. A campanha também coloca à disposição de profissionais de saúde uma cartilha para auxiliá-los sobre como fazer de forma simples, no dia a dia, a abordagem mínima ao fumante. Nesse tipo de estratégia, o profissional sensibiliza o fumante a entender a razão pela qual ele fuma, destaca os benefícios em parar de fumar e o estimula a procurar tratamento.

Nesta segunda-feira (31), em alusão ao Dia Mundial sem Tabaco, um webinar será transmitido ao vivo pela TV Inca, a partir das 14h. É possível acompanhar neste link: bit.ly/3ftuMiD.

Comentários

Últimas notícias