COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Após três meses, vacinação contra a gripe atinge só 48% do público-alvo em Pernambuco

A meta é vacinar pelo menos 90% de cada um dos grupos prioritários da campanha

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 15/07/2021 às 18:58
Notícia
WELLINGTON  LIMA/JC IMAGEM
É importante lembrar que é preciso um intervalo mínimo de 14 dias entre a aplicação das vacinas contra gripe e covid-19 - FOTO: WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Leitura:

Passados três meses do início da campanha de vacinação contra a gripe, Pernambuco só conseguiu imunizar 48% do público prioritário, que é formado por cerca de 3,5 milhões de pessoas que vivem no Estado. A baixa adesão é preocupante, pois a gripe é uma doença grave, que pode evoluir com complicações e levar ao óbito, especialmente entre os grupos que têm fatores de risco, como comorbidades. Além desses, também podem apresentar condições graves pela infecção pessoas idosas, crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes e puérpuras (mulheres com até 45 dias após o parto).

A meta é vacinar pelo menos 90% de cada um dos grupos prioritários da campanha. Mas, mesmo depois de 90 dias de mobilização, todos os segmentos aptos para se imunizar contra gripe apresentam cobertura vacinal abaixo do desejado no Estado. A menor cobertura está entre os idosos, pois apenas 48% deles receberam dose contra a doença em Pernambuco. Em seguida, vêm os trabalhadores da saúde (56%), as crianças (69%), as gestantes (74%) e puérpuras (89%).

"Toda a população inclusa nos grupos prioritários pode e deve se vacinar. Essa é uma vacina segura e que evita casos graves e óbitos provocados pela influenza, além de ser um direito à saúde desse público. Os municípios estão abastecidos das vacinas e prontos para vacinar", afirma a superintendente de Imunizações da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Ana Catarina de Melo.

É importante lembrar que é preciso um intervalo mínimo de 14 dias entre a aplicação das vacinas contra a gripe e covid-19. "Orientamos tomar primeiro a vacina contra a covid-19 e, passados os 14 dias, fazer a da influenza", frisa Ana Catarina.

Recife 

Nesta sexta-feira (16), Feriado de Nossa Senhora do Carmo, a maior parte das Unidades de Saúde da Família (USF) e Unidades Básicas Tradicionais do Recife estará fechada e reabre na segunda-feira (19). A vacinação contra a gripe não acontece nesta sexta-feira na cidade, mas retorna sábado (17) nos três postos volantes: no Pátio do Carmo, no bairro de Santo Antônio; no Sítio Trindade, em Casa Amarela; e no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem, das 8h às 17h. E nas unidades de saúde, a vacinação contra gripe só será retomada na segunda-feira (19). Já a imunização contra a covid-19 seguirá normalmente nesta sexta-feira nos 24 locais de vacinação da prefeitura.

Ainda na capital, a cobertura vacinal contra a gripe também está baixa: só cerca de 299 mil pessoas receberam o imunizante, o que representa 46% da meta de 90% de cobertura vacinal, estipulada pelo Ministério da Saúde.

WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
META Expectativa é de que 90% dos grupos prioritários tomem vacina - FOTO:WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM

Comentários

Últimas notícias