COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Em quase um mês de campanha, Pernambuco só vacinou 8% contra gripe; Dia D ocorre neste sábado

Para aumentar a cobertura vacinal, Dia D de imunização contra gripe e sarampo acontece ao longo do dia deste sábado (30)

Cinthya Leite
Cadastrado por
Cinthya Leite
Publicado em 29/04/2022 às 20:13 | Atualizado em 29/04/2022 às 20:17
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
A meta é imunizar pelo menos 95% dos grupos elegíveis para sarampo e 90% para influenza - FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Leitura:

Com quase um mês de campanha de vacinação, Pernambuco atingiu apenas 8% de cobertura geral para gripe e 21,3% para sarampo. Por isso, o Estado convoca o público-alvo da mobilização para participar hoje do Dia D de imunização contra ambas as doenças.

No Recife, as mais de 150 salas de vacina da prefeitura estão abertas hoje. Além disso, também foram montados dois pontos volantes, um no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem (Zona Sul) e outro no Sítio Trindade, em Casa Amarela (Zona Norte). Todos os locais funcionarão das 8h às 17h.

Já em Olinda, a Secretaria Municipal de Saúde, está com toda a rede de atenção básica (47 postos de saúde) e especializada (8 policlínicas), das 8h às 17h, disponível ao público prioritário. No caso de Jaboatão dos Guararapes, estão disponibilizadas as 105 salas de vacinação instaladas nas unidades básicas de saúde e policlínicas. A ação vai das 8h às 16h. Outro ponto de imunização está montado no Mutirão Mais Jaboatão, na Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida, no bairro de Comportas, das 8h às 12h.

Quem pode tomar as vacinas de gripe e sarampo neste Dia D? 

Os idosos com 60 anos ou mais que ainda não receberam a vacina contra influenza e os trabalhadores da saúde que não tomaram os dois imunizantes podem procurar o local mais próximo.

E depois do Dia D, quem pode se vacinar contra gripe e sarampo?

A partir da terça-feira (3), a campanha inicia a segunda etapa, que segue até o dia 3 de junho. Nesta fase, serão vacinados contra influenza e sarampo, de forma simultânea, meninos e meninas de 6 meses a 4 anos, com público estimado em 603.525 crianças.

Além desse grupo, recebem a dose da vacina contra influenza: gestantes, puérperas, povos indígenas, professores das escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, profissionais das forças de segurança e salvamento e das forças armadas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade e adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas. No Estado de Pernambuco, esse público-alvo representa 1.854.842 pessoas.

A meta é imunizar pelo menos 95% dos grupos elegíveis para sarampo (população-alvo de 862.895 pessoas) e 90% para influenza (população-alvo de 3.366.854 pessoas) em Pernambuco. Como as campanhas de vacinação também coincidem com a realização da vacinação contra a covid-19, a única exigência, no caso das crianças, é que seja respeitado um intervalo de 15 dias, antes ou depois, para a aplicação das vacinas no público infantil.

É importante destacar que a nova vacina contra gripe já inclui a proteção contra a cepa do vírus H3N2 (Darwin), que recentemente teve forte circulação no País, causando uma epidemia.

"No fim do ano passado, nós vivemos momentos difíceis com a epidemia de influenza, quando as nossas emergências ficaram lotadas, e o número de casos e óbitos pela doença aumentaram. Por isso, mesmo os idosos, as crianças e os trabalhadores que tomaram a vacina contra gripe no fim do ano passado, devem voltar aos nossos postos para receber o imunizante e se proteger contra a doença, evitando complicações", destaca a secretária de Saúde do Recife, Luciana Albuquerque.

Comentários

Últimas notícias