Interclubes reúne profissionais e amadores

Alexandre Gondim
Alexandre Gondim
Publicado em 05/03/2018 às 17:09
Leitura:
[caption id="attachment_2842" align="alignnone" width="748"]"" O hino de pernambuco foi cantado a beira mar pelos participantes de todos os clubes. Foto: Mauricio Ferry/DISURFE[/caption]Clubes de Surfe pernambucanos se reuniram ontem, 04/03, na praia de Itapuama, no município do cabo de Santo Agostinho, para o campeonato Interclubes.Oito clubes: Itapuama, Nordestão, Jardim são Paulo, Várzea do Una, Surf Kids, Olinda, Tamandaré e Disurfe, disputaram a competição.[caption id="attachment_2857" align="alignnone" width="748"]"" Cauã Nunes foi o campeão na categoria Open. Foto: Mauricio Ferry/DISURFE[/caption]Na praia as equipes torcendo e dando instruções a seus representantes que no mar dividiam pequenas ondas.Parafraseando o ditado "O mar não tava pra peixe", posso dizer que o "o não tava pra surfistas" e os profissionais puxaram o nível das baterias para cima e colocavam suas pranchas para fora da onda.[caption id="attachment_2845" align="alignnone" width="748"]"" Washington Martins sempre muito veloz mostrou como se surfa nas merrecas. Foto: Maurício Ferry/DISURFE[/caption]Vários deles estavam competindo aproveitando a oportunidade do treinamento, mostrando profissionalismo e responsabilidade com a cena competitiva estadual do surfe, já que um swell memorável fazia vários picos do norte quebrarem clássicos e eles foram à Itapuama e valorizaram o Interclubes. Parabéns para todos!Na categoria Open onde todos os surfistas competiram entre si, o resultado foi: Em primeiro Cauã Nunes do Itapuama Surf Club, em segundo Roberto Bade do JSP Surf Club, em terceiro Washington Martins representando o Nordestão Surf Club e Deyvison Santos também do Clube local.[caption id="attachment_2844" align="alignnone" width="748"]"" Fotos: Maurício Ferry/DISURFE[/caption]Na Teg Team, onde as equipes se enfrentam, os surfistas pontuaram coletivamente e somado aos resultado da Open chegaram ao resultado final: 1° - Itapuama, 2°- Nordestão, 3° - Jardim São Paulo, 4°- Várzea do Una, 5°- Surf kids, 6°- Olinda, 7° - Tamandaré e 8°- Disurfe."""A comunidade do Surfe de Tamandaré agradece e parabeniza esta iniciativa. Onde o principal objetivo foi a diversão, integração e promoção do surfe em Pernambuco. Valeu rapaziada." Agradeceu Danilo Marx de Tamandaré.[caption id="attachment_2849" align="alignnone" width="748"]"" Roberto Bade incentivou o surfe no bairro da jardim São Paulo e mostrou que a periferia tem surfe. Foto: Maurício Ferry/ DISURFE[/caption]"A equipe do Nordestão Surf Club agradece ao evento que marca história e o nosso 2° lugar na colocação geral!Parabéns a todos os "surf clubs" presentes!" pontua Welligton Martins, organizador do Nordestão.[caption id="attachment_2848" align="alignnone" width="748"]"" Nordestão Surf Club mostrou uma ótima estrutura. Foto: Maurício Ferry/DISURFE[/caption]Conheça um pouco da história dos clubes de surfe:https://jc.ne10.uol.com.br/colunas/blogdosurfe/2018/02/28/a-vez-dos-clubes-de-surfe/

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias