Filipe Toledo sai de Teahupoo como 01

Publicado em 28/08/2019 às 23:18
NE10
FOTO: NE10
Leitura:
Owen Wright. Foto: WSL Owen Wright derrota Gabriel Medina na final para conquistar o cobiçado título do Tahiti Pro em Teahuppo, a onda mais temida e desafiadora entre os competidores profissionais. No ano passado também foram eles os finalistas, só que a vitória ficou com o paulista de Maresias. Nesta quarta-feira, 28/8, as duas melhores ondas do australiano, de 29 anos, somaram 17,07, contra 14,93 do brasileiro, que lhe garantiu o primeiro lugar na sua terceira final na Ilha. Gabriel Medina. Foto: Kelly Cestari/WSL A bateria final foi decidida quando Gabriel estava com a prioridade e mesmo assim Owen consegui pegar uma bela onda completando um excelente tubo e fazendo um 9,17 virando bateria. Depois ele ainda surfou outro tubaço deixando o brasileiro precisando de uma nota 9,24 , que não veio. "Quando você faz um 10, definitivamente faz você sentir como se as coisas estivessem chegando... Eu senti que era o meu dia", disse Wright sobre sua onda nota 10 nas quartas de final. Owen Wright. Foto: WSL Mas o ponto alto desta etapa foi o comprometimento do Time Brasileiro nas pessadas ondas da praia dos crânios quebrados. Jadson André, Adriano de Souza e Caio Ibelli tiveram performances excelentes indo até as quartas de final, que lhe renderam uma ótima quinta posição.
Jadson Andre . Foto: Matt Dunbar/WSL
Tahiti Pro Teahupo'o - WSL Championship Tour 2019 - Jadson Andre . Foto: Matt Dunbar/WSL
Adriano de Souza:. Foto: Matt Dunbar/WSL
Tahiti Pro Teahupo'o - WSL Championship Tour 2019 - Adriano de Souza:. Foto: Matt Dunbar/WSL
Caio Ibelli :. Foto: Matt Dunbar/WSL
Tahiti Pro Teahupo'o - WSL Championship Tour 2019 - Caio Ibelli :. Foto: Matt Dunbar/WSL
Destaco entre eles o Mineirinho, que de back-side fez um tubo espetacular na terceira fase e mostrou para o mundo esta "de volta" ao circuito e eliminou um dos favoritos ao título da etapa e ao título mundial neste ano, o potiguar Ítalo Ferreira, que não deu mole à Adriano de Souza que vendeu caro sua eliminação. Com esse resultado o ranking do circuito mundial após sete etapas esta com Filipe Toledo, que não consegue impor seu surfe frente a poderosa esquerda taitiana, na liderança e Medina em quarto, ganhando três posições e entrando de vez na briga pelo tricampeonato do CT.
Willian Cardoso  Foto :Matt Dunbar/WSL
Tahiti Pro Teahupo'o - WSL Championship Tour 2019 - Willian Cardoso Foto :Matt Dunbar/WSL
Peterson Crisanto  Foto :Matt Dunbar/WSL
Tahiti Pro Teahupo'o - WSL Championship Tour 2019 - Peterson Crisanto Foto :Matt Dunbar/WSL
Italo Ferreira  Foto :Matt Dunbar/WSL
Tahiti Pro Teahupo'o - WSL Championship Tour 2019 - Italo Ferreira Foto :Matt Dunbar/WSL
Yago Dora  Foto :Matt Dunbar/WSL
Tahiti Pro Teahupo'o - WSL Championship Tour 2019 - Yago Dora Foto :Matt Dunbar/WSL
Deivid Silva  Foto :Matt Dunbar/WSL
Tahiti Pro Teahupo'o - WSL Championship Tour 2019 - Deivid Silva Foto :Matt Dunbar/WSL
Jesse Mendes.  Foto :Matt Dunbar/WSL
Tahiti Pro Teahupo'o - WSL Championship Tour 2019 - Jesse Mendes. Foto :Matt Dunbar/WSL
Tahiti Pro Teahupo'o - WSL Championship Tour 2019 -
Veja como ficou o Championship Tour: 1 - Filipe Toledo (BRA) 36.600 pontos 2 - Jordy Smith (AFS) 35.450 3 - Kolohe Andino (EUA) 35.175 4 - Gabriel Medina (BRA) 34.695 5 - John John Florence (HAV) 32.425 6 - Italo Ferreira (BRA) 31.280 7 - Kanoa Igarashi (JAP) 30.780 8 - Owen Wright (AUS) 27.365 Veja a bateria final do Tahiti Pro 2019:
A próxima etapa do circuito da Word Surf League será entre os dias 19 e 21 de setembro, na piscina de ondas artificiais de Kelly Slater, em Lemoore, na Califórnia... Bas ondas!!!!!! Veja também: Tahiti Pro é adiado para a sexta-feira Tudo pronto para o Taiti Pro em Teahupoo Playmobil surfa Teahupoo

Últimas notícias