CRÉDITO

Guias de turismo de Pernambuco terão linha de crédito especial durante crise do coronavírus

Agência de Empreendedorismo do Estado (AGE) concederá até R$ 4 mil de empréstimo a profissionais regularizados no Cadastur

Mona Lisa Dourado
Mona Lisa Dourado
Publicado em 24/04/2020 às 17:37
Notícia
Rodrigo Carvalho/JC
Profissionais liberais sem vínculo empregatício, guias ficaram sem alternativa de renda - FOTO: Rodrigo Carvalho/JC
Leitura:

A partir desta segunda-feira (27 de abril), os 721 guias de turismo de Pernambuco regularizados no Cadastur (cadastro dos prestadores de serviços turísticos no Brasil) terão acesso a uma linha de crédito de até R$ 4 mil, com taxa de juros de 1,49% ao mês, prazo para pagamento de até um ano e 90 dias de carência para começar a quitar as parcelas.

>> Cerca de 40% dos trabalhadores da hotelaria de Porto de Galinhas, no Litoral Sul, já foram demitidos por causa do coronavírus

>> Coronavírus deve acelerar mudanças na vida e no turismo de Fernando de Noronha

>> Empetur e Setur lançam serviço de orientação via Whatsapp para empresários e profissionais de turismo afetados pelo coronavírus

Os recursos disponibilizados somam R$ 2,8 milhões e serão concedidos pela Agência de Empreendedorismo do Estado (AGE), via articulação da Secretaria estadual de Turismo e Lazer. A perspectiva, depois de atendidas todas as exigências, é que o empréstimo seja liberado em cinco dias úteis.

Uma das categorias mais afetadas pela crise desencadeada pelo novo coronavírus, os profissionais liberais que trabalham no receptivo a turistas se encontram sem alternativa de renda desde que as viagens começaram a ser canceladas em março. "Estamos sem nenhum dinheiro e sem ter de onde tirar, porque a atividade já vinha com pouco movimento, não tínhamos como fazer reserva", conta a presidente do Sindicato dos Guias de Turismo de Pernambuco (Singtur-PE), Elizabeth Leite, que em tempos "normais" conseguia ter um rendimento mensal de aproximadamente R$ 2.500.  

CORTESIA
Presidente do Sindicato dos Guias de Turismo de Pernambuco (Singtur-PE), Elizabeth Leite, diz que empréstimo traz alívio - CORTESIA

Para ela, o financiamento traz um "alívio", embora não seja o ideal. "Em reunião na última semana com o a secretaria (de Turismo), pedimos uma assistência de R$ 600 e cestas básicas, que também foram prometidas, mas o empréstimo pelo menos nos tira do sufoco imediato", pondera Elizabeth, que mora com o irmão, a cunhada e a mãe, de 71 anos, única da casa com renda no momento, advinda de aposentadoria.

A situação de maior vulnerabilidade desses profissionais, que não contam com vínculo empregatício, foi o que motivou a criação da linha de crédito especial junto à AGE, segundo secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes. "Tínhamos preocupação com esse segmento, porque as pessoas já estão sem alimento em casa. Recebemos o pleito e conseguimos atender", diz Novaes, acrescentando que ainda está em estudo um "formato de assistência adicional", sem confirmar se seriam cestas básicas ou outro tipo de benefício.

DIVULGAÇÃO
Secretário Rodrigo Novaes afirma que pleito foi atendido em atenção á vulnerabilidade da categoria - DIVULGAÇÃO

SOLICITAÇÃO DE CRÉDITO

Para dar entrada no financiamento, além do cadastro regularizado no Cadastur, também é necessário enviar um e-mail para negocios@age.pe.gov.br. Em seguida, será preciso preencher o formulário que será enviado pela agência, a ser devolvido também por e-mail, com os documentos exigidos (Cadastur; RG e CPF; Comprovante de residência e do empreendimento; Dados bancários e extrato da movimentação financeira dos últimos 90 dias e Comprovante da última declaração de Imposto de Renda Pessoa Física).

Em relação aos demais segmentos do trade turístico, o secretário afirma que está discutindo com o Banco do Nordeste (BNB) e o BNDES novas modalidades de crédito e com menos burocracia, para facilitar o acesso aos recursos. "A expectativa é que novos anúncios sejam feitos em breve, inclusive em conjunto com a  secretária Ana paula Vilaça (Turismo, Esportes e Lazer do Recife - Seturel)", adianta. 

PREFEITURA LANÇA PROJETO AMPARAR

Nesta semana, a Prefeitura do Recife e a Seturel lançaram um projeto chamado de Amparar, que contempla quiosqueiros, artesãos, guias de turismo, grupos culturais, empreendedores do turismo criativo, grafiteiros, comerciantes formais e informais, árbitros, entre outros profissionais da cadeia produtiva do turismo. A ideia, neste caso, é facilitar o acesso dos trabalhadores a direitos já garantidos e facilitar as operações de crédito e financiamento em âmbitos federal, estadual e municipal.

Entre os esforços, destaca-se a intermediação junto ao BNB para uso do programa CrediAmigo, tanto para liberação de novos créditos, quanto da renegociação de valores já disponibilizados.

A Prefeitura do Recife disponibiliza atendimento à Sala do empreendedor por mensagens pelos WhatsApp através dos números 81 99264-2040, 81 99171-1181, 81 99427-0810, 81 99488-6150.  

BALCÃO DE INFORMAÇÕES DO TURISMO

No início do mês, a Setur e a Empetur também lançaram o Balcão de Informações do Turismo, ferramenta que esclarece o público sobre outras opções de financiamentos à disposição dos empresários do setor e ainda sobre dúvidas trabalhistas. Estão disponíveis dois números para atendimento via WhatsApp: 81 99362-8875 (crédito) e 81 99361-2486 (legislação trabalhista).


 

 

CORTESIA
Presidente do Sindicato dos Guias de Turismo de Pernambuco (Singtur-PE), Elizabeth Leite pede ajuda para a entrega de cestas basicas. - FOTO:CORTESIA
DIVULGAÇÃO
Secretário Rodrigo Novaes afirma que pleito foi atendido em atenção á vulnerabilidade da categoria - FOTO:DIVULGAÇÃO

Comentários

Últimas notícias