CEARÁ

A radical e bela praia de Canoa Quebrada no Ceará

Confira os três melhores passeios pra curtir uma das praias mais famosas do Ceará: parapente, buggy e quadriciclo.

Leonardo Vasconcelos
Leonardo Vasconcelos
Publicado em 26/09/2021 às 7:30
Notícia
Bruno Brasil/Secretaria de Turismo do Ceará/divulgação
A Praia de Canoa Quebrada é tão marcante que tem até a própria marca. - FOTO: Bruno Brasil/Secretaria de Turismo do Ceará/divulgação
Leitura:

Uma pacata aldeia de pescadores descoberta pelos hippies nos anos 70 e que até hoje mantém o clima de paz e amor. Esta é Praia de Canoa Quebrada, em Aracati, distante 163 quilômetros de Fortaleza, no litoral leste do Ceará. Paz encontrada assim que se chega na tranquila vila, amor que se leva ao infelizmente deixá-la. A praia é tão marcante que tem até a própria marca. A famosa meia lua com uma estrela dentro, criada pelo artesão Chico Elizário, está gravada nas não menos conhecidas falésias do lugar. Para curtir de verdade o local, a Coluna Turismo de Valor indica três passeios com sentidos diferentes: esquerda, direita e pra cima! (OBS: os vídeos foram gravados antes da pandemia).

Parapente com adrenalina

É flutuando no céu com o parapente que se tem a melhor visão da praia e se entende a razão dela transmitir tanta energia boa. O passeio foi com o pessoal da Associação Águias de Canoa que há mais de 14 anos oferece o serviço na praça do parapente, como ficou conhecido o mirante ponto de partida para a atividade.

Os voos são realizados todos os dias a partir das 13h, com duração de 15 a 20 minutos e custo de R$150 em média por pessoa. Os voos podem ser duplos ou triplos, ou seja o instrutor e mais duas pessoas ao mesmo tempo.

“Já virou uma atração turística de Canoa Quebrada. É uma prazer dar o presente de proporcionar esta sensação maravilhosa aos turistas. Admirar esta praia linda do alto não tem preço. Trabalhamos com o máximo de segurança e nunca tivemos acidente”, garantiu o instrutor Zuzinha.

De fato, é uma experiência bem tranquila desde a decolagem. Claro que quando se quer - e foi o caso - existem momentos de adrenalina quando o instrutor desce rapidamente bem no meio das estreitas falésias ou voa tão baixo a ponto do pé resvalar na areia da praia. Mas ponto alto mesmo é quando se está lá no alto admirando o por do sol, com o vento batendo em todo o corpo, assim como os últimos raios solares de um dia realmente radiante.

Buggy para o lado leste

Embarcamos no buggy para desbravar o lado leste de Canoa Quebrada, com agência Arriégua Adventure. A primeira parada foi nos famosos símbolos da meia lua estrela de Canoa Quebrada gravados nas falésias.

Após a pausa para fotos e explicações da origem dele, hora de seguir pela areia no sentido da Praia de Ponta Grossa.

No caminho uma parada na Garganta do Diabo, com suas falésias desenhadas pelas nascentes de água doce que escorrem no local.

Na sequência, quando se chega em Ponta Grossa, vem o momento de se refrescar do calor cearense na água.

Trocamos o buggy por uma jangada que nos leva até uma pequena gruta no mar. Lá os pescadores convidam os turistas a mergulhar e alimentar as dezenas de peixes com iscas de camarão. Usando snorkel e óculos de mergulho é possível admirar o balé dos peixes embaixo da gruta.

Quadriciclo para o lado oeste

É montado em um potente quadriciclo sentindo o vento no rosto que o passeio do lado oeste seduz os viajantes que gostam de aventura.

O caminho empolga, mas não mais do que a primeira parada. Uma imensa lagoa no meio das dunas com vários convidativos brinquedos: um esquibunda e duas tirolesas (uma seca, entre as dunas, e outra molhada, cujo término, é na água).

Realmente cada uma proporciona uma emoção diferente e todas valem a pena. A dica é começar pela tirolesa seca para fazer o “reconhecimento” do terreno e ter uma visão panorâmica do lugar. Depois, experimentar a molhada para esfriar um pouco e na sequência aproveitando o embalo o esquibunda.

Pensa que acabou? O passeio continua seguindo até o parque eólico com suas imensas turbinas fazendo contraste no alaranjado horizonte de Canoa Quebrada. Uma paisagem, literalmente, cheia de energia para recarregar máquinas...e almas.

Comentários

Últimas notícias