Como os exercícios físicos na adolescência previnem a osteoporose

Publicado em 06/11/2019 às 11:39
Foto: Academia Santé Club/Instagram/Reprodução
Cref-PE aponta recomendações para reabertura de academias, estúdios e boxes de crossfit - FOTO: Foto: Academia Santé Club/Instagram/Reprodução
Leitura:
Exercícios que estimulam a massa magra, como a musculação, tem relação direta com o estímulo de massa óssea também em adolescentes. Foto: Academia Santé Club/Instagram/Reprodução A osteoporose é uma condição metabólica em que há diminuição progressiva de massa óssea, fazendo com que os ossos se tornem mais aerados, frágeis e suscetíveis a fraturas. Como não há um tratamento para reverter esse efeito, a prevenção ainda é a melhor medida. E deve começar desde a juventude. Estudo científico apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fenapam) confirmou na teoria o que muitos profissionais de Educação Física já deduziam em suas vivências profissionais. Ter uma boa composição corporal desde a adolescência tem influência direta na reserva de massa óssea conquistada nesta fase da vida. Durante a infância e, sobretudo na adolescência, ocorre o chamado 'pico de massa óssea'. Esse processo consiste na maior incorporação de minerais como cálcio e fósforo, aos ossos. É em razão disso que ficam resistentes e capazes de exercer as funções de sustentação e proteção de órgãos vitais, como cérebro, coração e pulmões. Acontece que esse depósito adquirido na adolescência acompanha o indivíduo até a vida adulta, quando começa a reduzir naturalmente. Na pesquisa, quando avaliados quais fatores teriam maior impacto de explicação na massa óssea de adolescentes, entre massa gorda e massa magra, ficou evidenciado que a massa magra foi a variável mais importante. A conclusão do estudo foi que exercícios físicos que estimulem a massa magra nesta fase da vida, como musculação, crossfit ou qualquer treinamento resistido, têm elevada importância no estímulo também da massa óssea. A pesquisa foi realizada com 118 adolescentes, com idades entre 10 e 14 anos (padrão da Organização Mundial da Saúde, que estabelece como adolescentes indivíduos com idades entre 10 e 19). Destes, 59 tinham peso normal e 59 apresentavam sobrepeso, de acordo com os índices de massa corporal aferidos (IMC).

PREVINA-SE CONTRA A OSTEOPOROSE

– Priorize a boa alimentação, especialmente com doses extras de cálcio, por meio da ingestão de vegetais folhosos e grãos, principalmente. – Evite bebidas alcoólicas e o fumo, tanto por contribuírem para o desgaste dos ossos quanto por provocarem tonturas, que aumentam o risco de queda. – A prática regular de atividades físicas pode ajudar muito na saúde dos ossos, além de melhorar o equilíbrio do corpo e aumentar a percepção espacial.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias