Braçadas

Praticar natação melhora memória, humor e ainda ajuda a emagrecer

Natação pode ser a própria "fonte da juventude" entre os esportes

Marília Banholzer
Marília Banholzer
Publicado em 18/12/2021 às 7:15
PAULO VERÍSSIMO/ANMPE
Por ser esporte aeróbica, a natação também é uma grande aliada do cérebro - FOTO: PAULO VERÍSSIMO/ANMPE
Leitura:

A natação é um esporte democrático. Por ser relativamente seguro e de baixo impacto, ela é indicada a todos os grupos de pessoas, sejam crianças ou idosos, incluindo até as grávidas. A prática melhora a força, tonifica os músculos e trabalha todo o corpo, além de estimular as articulações e ligamentos, ainda ajuda no controle de peso e na queima da gordura já que, como é feita dentro de água, os músculos são forçados a exercer um maior esforço. E mais: por ser esporte aeróbico, este esporte também é um grande aliado do cérebro.

A prática é reconhecida por seus benefícios cardiovasculares - já que nadar envolve todos os principais grupos musculares do nosso, forçando o coração trabalhar muito. Com isso, o fluxo sanguíneo aumenta por todo o corpo, o que leva à criação de novos vasos sanguíneos. Esse processo é chamado de angiogênese. Nesse processo de maior circulação sanguínea, o também um aumento da oxigenação do sangue, o que acaba melhorando a memória e a capacidade de raciocínio.

Estudos científicos também mostram que a natação pode ajudar a sustentar a sobrevivência dos neurônios e reduzir os impactos cognitivos do envelhecimento. estudiosos da área de esportes ainda afirma que a natação também pode ajudar a reparar danos causados pelo estresse e construir novas conexões neurais no cérebro. Uma verdadeira "fonte da juventude" entre os esportes.

Rita adora musculação e não perde uma aula na semana. Fotos: Alexandre Gondim/JC Imagem
Só de entrar na água e se refrescar, o corpo já libera hormônios de satisfação - Rita adora musculação e não perde uma aula na semana. Fotos: Alexandre Gondim/JC Imagem

Natação e o bom humor

A natação também é aliada no quesito humor: o maior fluxo sanguíneo gerado pela angiogênese, citada acima,  também pode levar a uma grande liberação de endorfina - hormônios que atuam como redutores naturais da dor em todo o corpo. Essa onda traz a sensação de euforia que geralmente vem depois do exercício.

Além da questão hormonal, cuidar do corpo faz com que qualquer pessoa se sinta melhor consigo mesma, e assim nasça um maior bem estar emocional. Com isso, a natação pode ser uma opção para combater o estresse diário. A prática regular dos exercícios de natação e hidroginástica também auxilia no tratamento para quem sofre de depressão e transtornos de ansiedade. No entanto, para que os resultados possam ser percebidos, é preciso praticar regularmente, de 3 a 5 vezes por semana.

Outros benefícios da natação

- Fortalece articulações e ossos;
- Tonifica os músculos;
- Aumenta a capacidade respiratória;
- Ajuda a emagrecer e queimar gordura;

História da natação

Na Grécia, a natação era considerada fundamental para a formação física de jovens e de soldados gregos, mas não figurava nas competições dos Jogos da Antiguidade. A partir do século XVII, estilos e regras foram sendo estabelecidos. Esse esporte teve sua disseminação pelo mundo apenas na segunda metade do século XIX, quando começou a emergir como desporto, a primeira prova foi realizada em Londres.

A prática chegou ao Brasil somente em 1897, quando foi fundado no Rio de Janeiro a União de Regatas Fluminense, o primeiro campeonato foi realizado em 1898. Com o passar dos anos, a natação brasileira foi evoluindo, projetando-se internacionalmente, quando diversos nadadores brasileiros obtiveram marcas mundiais e quebraram recordes.

 

Comentários

Últimas notícias