Televisão

Jornal Nacional pede 'calma' aos telespectadores devido ao coronavírus

William Bonner e Renata Vasconcellos tentaram acalmar o público diante de tantas informações sobre o assunto

Robson Gomes
Robson Gomes
Publicado em 23/03/2020 às 21:58
Notícia
TWITTER/@JORNALNACIONAL/REPRODUÇÃO
William Bonner e Renata Vasconcellos são os âncoras do 'Jornal Nacional'. - FOTO: TWITTER/@JORNALNACIONAL/REPRODUÇÃO
Leitura:

A edição desta segunda-feira (23) do Jornal Nacional, da TV Globo, começou de forma atípica. Logo após a Escalada - as chamadas das notícias que serão dadas no telejornal - os apresentadores William Bonner e Renata Vasconcellos deram 'uma pausa' no jornalístico para pedir, literalmente, "calma" aos telespectadores devido ao excesso de notícias sobre a pandemia do coronavírus.

>> Acompanhe as últimas notícias sobre o novo coronavírus

>> Ana Maria Braga alerta idosos teimosos que não respeitam a quarentena

>> 'Fina Estampa' substitui 'Amor de Mãe' durante pausa; Globo escala mais três reprises

"A gente vai fazer essa pausa, primeiro, para dizer simplesmente o que a gente fica repetindo um para o outro aqui também: Calma! Não dá pra começar o JN de hoje sem pedir calma", disse Bonner. "Assim como não dá pra deixar de repetir que o Brasil e o mundo vivem uma crise que é grave, muito grave", afirmou Renata.

Como se fosse uma conversa, de fato, com os telespectadores, os jornalistas falaram da necessidade de "respirar" e entender a situação. "A gente também precisa respirar. A gente precisa entender que essa crise vai ter altos e baixos, vai exigir sacrifícios, mas no fim o Brasil e o mundo vão superar. Apesar da aflição, apesar da dor que muitas famílias estão enfrentando e outras ainda vão enfrentar, a gente vai superar esse momento junto. E vai ser mais fácil o quanto mais a gente mantiver a calma", reforçou William Bonner.

Em quase cinco minutos de "conversa", os âncoras afirmaram que "não há superheróis" nessa fase difícil que o País enfrenta, ressaltando as pessoas que seguem trabalhando nessa fase de isolamento social. "E claro que a gente também tem medo de adoecer. Aqui não tem super-herói. Nem entre nós, jornalistas, nem entre os colegas das outras categorias que trabalham com a gente. Não têm", declarou Bonner.

VEJA UM TRECHO DO JORNAL NACIONAL:

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias