Televisão

Sem falar em pandemia, 'Salve-se Quem Puder' reestreia nesta segunda-feira (22)

Novela das sete da TV Globo retorna desde o início para concluir sua história

Robson Gomes
Robson Gomes
Publicado em 21/03/2021 às 8:27
Notícia
JOÃO MIGUEL JÚNIOR/TV GLOBO
Juliana Paiva, Deborah Secco e Vitória Strada são as protagonistas da novela 'Salve-se Quem Puder' - FOTO: JOÃO MIGUEL JÚNIOR/TV GLOBO
Leitura:

O horário das sete da TV Globo retoma a partir desta segunda-feira (22) a exibição de uma trama inédita. Um ano após ser interrompida devido à pandemia do novo coronavírus, Salve-se Quem Puder retorna à grade da emissora. Mas diferente de Amor de Mãe às 21h, a novela de Daniel Ortiz será exibida desde o começo antes de ir ao ar os capítulos inéditos e finais.

>> 'Amor de Mãe' volta ao ar na Globo e insere a pandemia na fase final

>> Novela 'Salve-se Quem Puder' retorna em março e será exibida desde o início

>> Manuela Dias sobre Amor de Mãe: 'Para mim, o Brasil é a Lurdes'


Para quem não lembra mais da história, o folhetim acompanha as aventuras de Alexia (Deborah Secco), Kyra (Vitória Strada) e Luna (Juliana Paiva), que têm seus destinos entrelaçados ao tentarem sobreviver à chegada de um furacão em Cancún, no México. Como se não bastasse, elas também se tornam testemunhas acidentais de um assassinato. De volta ao Brasil, são obrigadas a viver sob a custódia do Programa de Proteção à Testemunha e começam uma vida bem diferente.

Assumindo novas identidades — Josimara, Cleyde e Fiona, respectivamente — elas se juntam para tentar colocar Dominique (Guilhermina Guinle), integrante de uma organização internacional e assassina do juiz Vitório (Ailton Graça), atrás das grades, e finalmente recuperar suas vidas e a tão sonhada liberdade.

RETOMADA

O Jornal do Commercio participou da coletiva virtual de relançamento de Salve-se Quem Puder, que reuniu boa parte do elenco, além do autor Daniel Ortiz e o diretor artístico Fred Mayrink. Com o alto astral característico da trama, eles não escondiam a felicidade de voltarem ao ar para dar prosseguimento à história.

Foi por tamanha felicidade, inclusive, que o autor da novela decidiu não incluir a pandemia nos capítulos inéditos. "Fiquei imaginando que colocar o coronavírus na novela seria pesado, primeiro porque iria alterar toda a dinâmica da história, e segundo porque é uma novela das sete, exibida entre dois jornais. Decidimos tentar fazer o melhor que poderíamos. Essa é uma novela de comédia, de aventura, e sabíamos que seria difícil gravá-la com os protocolos. Mas tínhamos que tentar, porque o público merece esse respiro", afirmou Ortiz.

No trio de protagonistas, Deborah Secco contou que chegou a duvidar se conseguiria se reconectar à sua Alexia, uma atriz em ascensão na trama: "Confesso que tinha um pouco de medo de não saber mais fazer a Alexia, porque era um personagem de bastante composição e eu ficava, durante a pandemia, me perguntando como fazer para mantê-la em mim. Mas é impressionante: foi só reencontrar as meninas, reencontrar o João (Baldasserini) e a Grace (Gianoukas), que a Alexia veio automaticamente. Voltar a trabalhar foi muito importante para mim. É uma novela que eu amava fazer, então poder continuar a história foi de uma alegria sem fim".

Juliana Paiva, que interpreta a batalhadora Luna, concordou com a visão de Deborah sobre a retomada das gravações. "Se encontrar de uma forma diferente, sem o contato, sem dividir o camarim com as meninas, foi bem estranho. Ao mesmo tempo, na hora em que começamos a gravar, parece que o tempo não passou: é o mesmo cenário, são as mesmas pessoas, a relação já existe. E assim fluiu nosso processo até o fim, com todo mundo muito comprometido", disse a atriz.

Vivendo a desastrada Kyra, Vitória Strada destacou a importância da novela voltar ao ar, mesmo com a pandemia passando por outro momento crítico no País: "Eu já estava com muita vontade de voltar a trabalhar, é uma profissão que me traz muito prazer. E naquele momento tão triste que a gente estava vivendo, e ainda está, voltar a gravar foi voltar a ter vida também, ter um propósito. Voltar a fazer o que a gente ama e entregar um trabalho tão alegre para um público que está necessitando disso era uma outra motivação".

Interrompida em março de 2020 no capítulo 54, Salve-se Quem Puder retoma com 53 episódios inéditos a partir de maio. Além do trio de protagonistas, o elenco ainda traz nomes como Flavia Alessandra, Juliana Alves, Dandara Mariana, Débora Olivieri, Rafael Cardoso, Thiago Fragoso, Bruno Ferrari, Felipe Simas, Murilo Rosa, Otavio Augusto, entre outros.

Comentários

Últimas notícias