Streaming

Netflix aumenta preços de assinaturas no Brasil e valores chegam a R$ 55,90; veja como fica a situação de quem já é assinante

Entre as justificativas, o serviço de streaming cita a qualidade do serviço e do catálogo

Giovanna Torreão
Giovanna Torreão
Publicado em 22/07/2021 às 15:22
Notícia
OLIVIER DOULIERY/AFP
A empresa consolidou sua posição como número um em streaming de vídeo pago no final de 2020. - FOTO: OLIVIER DOULIERY/AFP
Leitura:

A Netflix vai aumentar os preços das assinaturas no Brasil a partir desta quinta-feira (22). Com o reajuste, o valor do plano Premium, o mais caro, vai subir de R$ 45,90 para R$ 55,90, por mês. 

Confira todos os reajustes:

Plano básico (1 tela): R$ 25,90 - preço anterior R$ 21,90;
Plano padrão (2 telas, qualidade de vídeo em Full HD): R$ 39,90 – preço anterior R$ 32,90;
Plano Premium (4 telas, qualidade de vídeo em Ultra HD, HDR, Dolby Atmos): R$ 55,90 - preço anterior R$ 45,90.

Como justificativa pelos novos preços, a Netflix destaca a qualidade do catálogo de filmes e séries originais e promete uma experiência melhor para os assinantes, destacando que os valores não sofriam reajustes desde 2019. "Acreditamos que as pessoas tenham mais escolhas do que nunca e estamos comprometidos com a entrega de uma experiência ainda melhor para nossos assinantes. [...] Continuaremos oferecendo os melhores conteúdos, entre filmes e séries, além de uma vasta variedade de gêneros. [...] Novamente, oferecemos diversos planos, a partir de R$25,90 por mês, para que as pessoas possam escolher um preço dentro de suas necessidades”, escreveu a plataforma em nota.

Antigos assinantes

Os novos preços são válidos tanto para as novas assinaturas quanto para as antigas. De acordo com a Netflix, aqueles que já era clientes da plataforma serão comunicados da mudança nos próximos 30 dias e terão outros 30 dias para escolher se vão alterar ou não seus planos, ou até mesmo cancelar a assinatura. O comunicado depende do ciclo de faturamento de cada assinante.

Vale lembrar que, além de filmes e séries, a Netflix também confirmou que começará a investir em videogames relacionados ao seu conteúdo original, a exemplo da série "Stranger Things". Os jogos seriam disponibilizados, inicialmente, apenas nos smartphones, mas podem migrar para a TV no futuro.

Comentários

Últimas notícias