Famosos

Ana Hikari, de 'Malhação' e 'As Five', expõe bissexualidade: 'Nunca descobri, eu sempre fui'

Atriz falou abertamente sobre o assunto em entrevista a Marcelo Tas, no '#Provoca'

Robson Gomes
Robson Gomes
Publicado em 17/09/2021 às 19:12
VICTOR POLLAK/DIVULGAÇÃO
Ana Hikari ficou conhecida do público ao atuar em 'Malhação: Viva a Diferença' e na série 'As Five' - FOTO: VICTOR POLLAK/DIVULGAÇÃO
Leitura:

A atriz Ana Hikari, de 26 anos, conhecida do público por interpretar a personagem Tina em Malhação: Viva a Diferença (2017), na TV Globo, e na série As Five (2020), para a Globoplay, será a próxima entrevistada do programa #Provoca, apresentado por Marcelo Tas, que vai ao ar na próxima terça-feira (21), a partir das 22h, na TV Cultura. Na conversa, a jovem artista falou de assuntos como racismo praticado contra pessoas amarelas, relacionamentos abusivos e bissexualidade.

>> Gugu Liberato teve 'namoro discreto' com cantor famoso, diz Mamma Bruschetta

>> Sérgio Mamberti se assumiu bissexual na sua última entrevista

>> Robin se descobre bissexual em nova edição de HQ

Ao falar sobre representatividade através de sua etnia, Hikari comentou sobre algumas de suas publicações nas redes digitais, em especial, um vídeo no qual pontua os motivos para que não a chamem de "japa". "Estou produzindo essa discussão sobre o que é ser amarela no Brasil e ser amarela significa não ser branca. E não ser branca no nosso país significa viver uma série de discriminações (...)", pontuou.

SEXUALIDADE E RELACIONAMENTO ABUSIVO

No programa, Marcelo Tas também questionou os obstáculos e violência enfrentados por ela ao tocar no âmbito de sua sexualidade. Ana Hikari confessou que por muito tempo reprimiu seus sentimentos e sentia-se errada pela bissexualidade. "Eu nunca descobri, eu sempre fui. O que descobri é que eu podia ser quem eu era falando pras pessoas abertamente o que eu era", complementa.

Além disso, a conversa ainda toca parte da vida de Hikari em que vivenciou um relacionamento abusivo. Ela declarou que não foi um acontecimento de apenas uma vez em sua vida e que escolhe falar abertamente sobre, pensando nas mulheres que querem sair da mesma situação e nas que ainda podem evitá-la. A artista ainda mencionou algumas das chantagens emocionais vivenciadas em relacionamentos passados. "Eu só fui aprender que o que eu passava também era violência depois que eu sofri agressão", finalizou a atriz.

Comentários

Últimas notícias