ATO

Festival de cultura encerra a Marcha da Consciência Negra no Recife neste sábado. Confira a programação

Ato organizado pela Articulação Negra de Pernambuco (Anepe) começa no Pátio do Carmo e segue para a Praça do Arsenal, onde será realizada a programação musical

Emannuel Bento
Emannuel Bento
Publicado em 18/11/2021 às 18:11
Notícia
@ISOROOTZ, VIA @OYAALAXE/REPRODUÇÃO, DIVULGAÇÃO E RODRIGO GARCIA/DIVULGAÇÃO
Afoxé Oyá Alaxé, Uana Mahin e Okado do Canal estão entre as atrações do festival - FOTO: @ISOROOTZ, VIA @OYAALAXE/REPRODUÇÃO, DIVULGAÇÃO E RODRIGO GARCIA/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Movimentos negros do estado, articulados através da Articulação Negra de Pernambuco (Anepe), realizam neste sábado (20) a Marcha da Consciência Negra, celebrando a data de mesmo nome. Com o tema "O povo negro resiste ao genocídio: antes, durante e depois da pandemia", o ato tem concentração a partir das 14h, no Pátio do Carmo, Centro do Recife. De lá, segue até a Praça do Arsenal da Marinha, no Recife Antigo, onde será realizado o Festival da Cultura Negra, previsto para começar por volta das 18h.

Entre as atrações confirmadas estão o Afoxé Oyá Alaxé, Okado do Canal, Uana Mahin, DJ IDLibra, DJ Boneka, MC Agô, Recital Boca no Trombone, Paje IB, Sujistência, Coco do Seu Zé Moleque, Dj Themonia e Kizombadeiras (Rede de Mulheres Negras de PE). O palco também vai sediar a Batalha do Conhecimento, encabeçada pelo tradicional recital Boca no Trombone.

Além disso, das 15h às 21h, também acontece a Feira Akofena, na rua do Bom Jesus, com a participação de 20 empreendedoras negras. A organização do evento orienta todos os participantes da Marcha da Consciência Negra de Pernambuco e do Festival da Cultura Negra a utilizarem máscaras de proteção contra a Covid-19, além de manterem o distanciamento social adequado durante os eventos.

Integração de municípios

Durante os dias 16 e 17, integrantes da Anepe estão articulados com grupos de Arcoverde, Ipojuca e Garanhuns na realização da Caravana Negra, uma apresentação e chamada para a marcha no Recife. "O objetivo é chegar em localidades que estão mais distantes da região metropolitana do Recife e falar sobre as atividades que a Anepe e a Coalizão Negra têm realizado", conta Emanuelle Marques, integrante da Articulação Negra de Pernambuco.

A Articulação Negra de Pernambuco é uma rede de ativistas e organizações negras, que tem atuado no enfrentamento ao racismo no Estado. Foi criada no início dos anos 2000 e ficou ativa até 2010. Em 2019 ela foi rearticulada e hoje conta com cerca de 30 coletivos, organizações e movimentos vinculados.

SERVIÇO
Marcha da Consciência Negra de Pernambuco
Quando: neste sábado (20), a partir das 14h, e festival às 18h
Onde: Concentração na Praça do Carmo, Centro, e festival na Praça do Arsenal

Comentários

Últimas notícias