ARTES VISUAIS

Conheça a Marco Zero, nova galeria de artes do Recife que inaugura com exposição de Gilvan Samico

Com 62 obras, a mostra "Devorador de Estrelas" teve curadoria de Moacir dos Anjos e busca apresentar o grande gravurista a um público amplo

Emannuel Bento
Emannuel Bento
Publicado em 25/11/2021 às 19:21
DIVULGAÇÃO
DISPOSIÇÃO Espaço localizado em Boa Viagem tem projeto arquitetônico de Carlos Augusto Lira e estrutura luminotécnica de Márcia Chamixaes - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

O Recife ganha uma nova janela para as artes plásticas com a inauguração da Galeria Marco Zero, localizada em Boa Viagem, Zona Sul da capital. O espaço de 600m² é dividido em três espaços expositivos que serão ocupados pela primeira vez nesta sexta-feira (26), com uma exposição de Gilvan Samico, um dos maiores gravuristas da história recente de Pernambuco. Com 62 obras, "Devorador de Estrelas" teve curadoria de Moacir dos Anjos, pesquisador da Fundaj e ex-diretor do Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães.

Sob o comando dos galeristas Eduardo Suassuna e Marcelle Farias, a Marco Zero teve projeto arquitetônico de Carlos Augusto Lira e estrutura luminotécnica de Márcia Chamixaes. Além do espólio de Samico, o acervo do novo espaço conta com obras de grandes nomes da arte pernambucana, como Abelardo da Hora, Cícero Dias, Gil Vicente, Francisco Brennand, João Câmara, Vicente do Rego Monteiro, Tereza Costa Rêgo, Reynaldo Fonseca e Lula Cardoso Ayres, além de Portinari, Burle Marx, Tomie Ohtake e mais.

Entre os mais contemporâneos, estão Tunga, Miguel Rio Branco, Paulo Pasta, José Damasceno, Rodrigo Andrade, entre outros. Nesta inauguração, o público poderá contemplar as obras de Samico, que não são reunidas em exposição no Recife desde 2014, um ano após a sua morte. A mostra ficará montada até 6 de fevereiro de 2022. Os trabalhos datam desde a década de 1960, após a sua fase mais formativa, chegando até as suas últimas gravuras.

DIVULGAÇÃO
Espaço interno da Galeria Marco Zero, em Boa Viagem, que recebe exposição de Gilvan Samico - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Espaço interno da Galeria Marco Zero, em Boa Viagem, que recebe exposição de Gilvan Samico - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Biblioteca da Galeria Marco Zero, em Boa Viagem, que recebe exposição de Gilvan Samico - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Cartaz da exposição "Devorador de Estrelas", de Gilvan Samico, na Galeria Marco Zero - DIVULGAÇÃO

"A ideia foi fazer uma exposição basicamente das gravuras de Samico, que é a parte mais conhecida da obra dele. A ideia era que o público pudesse conhecer mais um pouco", diz o curador Moacir dos Anjos. "Apesar de já famoso, é sempre bom apresentar a uma nova geração que ainda não teve a oportunidade de conhecê-lo. É uma obra muito singular na arte brasileira."

A exposição traz um panorama que mostra a integridade e as temáticas de Samico ao longo dos anos. "Isso se apresenta no fato de que, depois que ele amadurece, vai aperfeiçoando cada vez mais essa forma de criar narrativas e histórias. É um trabalho que se alimenta de muitas fontes variadas: o cancioneiro popular, a literatura popular nordestina, mitos indígenas e lendas que existem em toda a América Latina. Muitas criações foram dele mesmo. Samico vai reelaborando tudo isso, transformando numa tradução essa universalidade tão característica dele."

HELDER FÉRRER/DIVULGAÇÃO
Cartaz da exposição "Devorador de Estrelas", de Gilvan Samico, na Galeria Marco Zero - HELDER FÉRRER/DIVULGAÇÃO

O título "Devorador de Estrelas" é o mesmo de uma das gravuras. "O nome faz alusão ao fato de que ele se alimenta de várias fontes, de conhecimentos e tradições para criar uma coisa absolutamente sua", diz Moacir. "Além disso tudo, essa não é uma obra que apazigua e que acalma, mas sim que traz uma possibilidade de conflito, de tensão e que está sempre ao rumo de guerra."

Ainda sobre a galeria

Além de exposições, a Galeria Marco Zero informa que realizará atividades formativas e eventos relacionados à área. Lá ainda existe uma biblioteca especializada que quer contribuir com a difusão do conhecimento. De acordo com os galeristas, outro objetivo é fomentar a produção local e descentralizar a circulação da arte do eixo Rio-São Paulo.

"Pernambuco é um celeiro de grandes e futuros artistas que iremos trabalhar para dar a visibilidade que a potência criativa local merece", diz Marcelle Farias. "Esse movimento se dará com capilaridade estratégica e capacidade de fazer pontes com as grandes galerias do País. Queremos sempre propor novas perspectivas sobre a arte e para a função social que pode ter uma galeria, fomentando debates, proporcionando encontros com artistas e especialistas do circuito de artes visuais", completa.

SERVIÇO
Exposição "Devorador de Estrelas", de Gilvan Samico
Onde: Galeria Marco Zero (Avenida Domingos Ferreira, 3393, Boa Viagem)
Abertura: nesta quinta-feira (25), até 6 de fevereiro de 2022
Visitação: De segunda a sexta, das 10h às 19h, aos sábados, das 10h às 15h.
Quanto: Gratuito
Informações: 3787-3040

Comentários

Últimas notícias