MÚSICA

Coletânea promove intercâmbio entre artistas da música periférica brasileira

Organizada pelo Portal Embrazado, o álbum de 10 faixas reúne nomes de Recife, Salvador, Belém, Belo Horizonte e Rio de Janeiro

Emannuel Bento
Emannuel Bento
Publicado em 12/01/2022 às 14:57
DIVULGAÇÃO, ACERVO BRASIL GRIME SHOW E DZ7 VIDEO MAKER
N.I.N.A (RJ), Banda Sentimentos (PE) e Jotaerre (BA) são alguns dos nome da coletânea "Embrazado Hits" - FOTO: DIVULGAÇÃO, ACERVO BRASIL GRIME SHOW E DZ7 VIDEO MAKER
Leitura:

O Portal Embrazado, plataforma criada por pernambucanos para mapear e difundir a música periférica do Brasil, lançou nesta quarta-feira (12) a coletânea musical "Embrazado Hits", que reúne 10 músicas, sendo cinco remixes inéditos criados a partir de intercâmbios entre artistas das cidades de Recife (PE), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Salvador (BA) e Rio de Janeiro (RJ). O projeto está disponível nas principais plataformas digitais.

O Recife é representado pela Banda Sentimentos, do brega romântico, com as faixas "Otária (Remix DJ Méury)" e "Única Opção". Ainda estão presentes N.I.N.A, Jotaerre, Kratos, Íra, KDU dos Anjos, Iasmim Turbininha, Georgelugas e Ryyan no Beat.

"A coletânea é a realização de tudo que a gente queria fazer desde o começo do projeto: conectar artistas de cenas que a princípio parecem distantes, mas que estão ligadas há anos", completa Igor Marques, curador e produtor do Portal Embrazado. "A gente percebe isso através da influência que esses artistas têm, da forma que produzem, na estética dos timbres, dos processos criativos... Proporcionar esses intercâmbios de fato era uma coisa que a gente queria fazer desde o princípio."

DIVULGAÇÃO
Capa da coletânea Embrazado Hits - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Ilustração de bar de arrocha, do Portal Embrazado - DIVULGAÇÃO

Para a DJ Méury, artista paraense convidada, a coletânea abre novas portas: "Pra mim é gratificante participar desse projeto em outro estado, ter a oportunidade de mostrar um pouco da nossa cultura paraense através de um remix isso vai atribuir muito na minha carreira e mostrar que mulher também faz o que um homem faz e ainda melhor."

"Pra mim é uma satisfação enorme poder somar nesse trabalho e saber que existem espaços assim para canalizar toda essa nova expressão artística que vem de culturas e lugares tão distintos do Brasil, nos conectando e dando oportunidade do público conhecer novos trabalhos, novos sons e um novo leque de experiências, tudo isso através da música", complementa Jotaerre, músico de Salvador.

Série audiovisual

O lançamento da coletânea vem acompanhado da série audiovisual "Embrazado.mp4", um conjunto de 5 reportagens com entrevistas em formato de mini documentários que pautam as cenas musicais de Belém (rap feito por mulheres), Recife (brega romântico), Belo Horizonte (O baile da Vilarinho e a história do funk mineiro), Salvador (produtores de arrocha) e Rio de Janeiro (dançarinos de passinho). A série de vídeo já está disponível no canal de Youtube do projeto.

"Interessante destacar que em cada episódio a gente abordou camadas complementares da economia criativa das periferias brasileiras: começando pelos produtores musicais em Salvador, uma casa de show em Belo Horizonte, passando pelos artistas em Belém, dançarinos no Rio de Janeiro e fãs em Recife. É como se a série de vídeos passeasse pela cadeia produtiva da cultura nessas periferias do país", finaliza Igor Marques.

Comentários

Últimas notícias