MÚSICA

Ave Sangria fará show em homenagem ao guitarrista Paulo Rafael no Teatro do Parque

Lendária banda pernambucana de rock psicodélico voltará aos palcos pela primeira vez sem o guitarrista, que faleceu em agosto de 2021

Emannuel Bento
Cadastrado por
Emannuel Bento
Publicado em 02/05/2022 às 12:34
Marco Polo, do Ave Sangria, é uma das atrações do Baile do Barão
ROCK Marco Polo, do Ave Sangria - FOTO: Marco Polo, do Ave Sangria, é uma das atrações do Baile do Barão
Leitura:

A lendária banda pernambucana de rock psicodélico Ave Sangria voltará aos palcos pela primeira vez sem o guitarrista Paulo Rafael, que faleceu em agosto de 2021.

O show será realizado em 22 de maio, às 18h, no icônico Teatro do Parque, no Centro do Recife. Os ingressos custam a partir de R$ 35 e estão à venda no site Sympla.

Os dois integrantes mais antigos Almir de Oliveira e Marco Polo prometem uma homenagem ao ex-parceiro e guitarrista. Juliano Holanda, Gilú Amaral, Júnior do Jarro e Breno Lira completam a formação da banda.

DIVULGAÇÃO
ÍCONE Na última década, Paulo Rafael foi peça fundamental na reunião do Ave Sangria, que voltou a fazer shows - DIVULGAÇÃO
HELDER TAVARES/DIVULGAÇÃO
ATEMPORAL Grupo vem sempre abocanhando juventudes por décadas a fio. Registros visuais do Ave Sangria são muito raros - HELDER TAVARES/DIVULGAÇÃO

O repertório do show contará com um mix de canções do primeiro disco e também do último, "Vendavais".

Um marco psicodélico

Inicialmente integrada por Marco Polo (vocal), Ivinho (guitarra solo), Paulo Rafael (guitarra base), Almir de Oliveira (baixo), Agrício “Juliano” Noya (percussão) e Israel Semente (bateria), a Ave Sangria fez história na música pernambucana nordestina e brasileira.

ACERVO
PSICODELIA Ave Sangria nos anos 1970 - ACERVO

Começou com o nome Tamarineira Village, uma alusão ao Greenwich Village de Nova York, à Vila dos Comerciários, onde a maioria dos músicos morava, e ao bairro da Tamarineira onde ficava o Hospital da Tamarineira, versão pernambucana do Hospital Pinel, do Rio.

Cerca de um mês e meio depois do primeiro lançamento, porém, o disco foi proibido pela Censura Federal da ditadura militar, sendo recolhido das lojas e das rádios, sob a alegação de que a música “Seu Waldir” ia "contra a moral e os bons costumes da sociedade pernambucana".

Com toda essa trajetória, muito gás e muitos planos de trabalho, o Ave Sangria retoma seu trabalho na cidade do Recife, em uma noite de muita emoção.

SERVIÇO
Ave Sangria no Teatro do Parque
Quando: 22 de maio, às 18h
Quanto: R$ 70 e R$ 30 (meia), à venda no Sympla
Informações: 81 98916-2577

Comentários

Últimas notícias