ROCK INR IO

Rock in Rio 2022 deve ser marcado por manifestações políticas; CEO do festival opina sobre o tema

Luis Justo afirma que festival não "tem posicionamento político", mas que isso não impede "que pessoas tenham posicionamentos"

Emannuel Bento
Cadastrado por
Emannuel Bento
Publicado em 10/05/2022 às 14:53
ARIEL MARTINI/IHF/ROCK IN RIO
ROCK IN RIO 2022 Nova edição será realizada entre os dias 2 e 11 de setembro - FOTO: ARIEL MARTINI/IHF/ROCK IN RIO
Leitura:

O Rock in Rio de 2022, realizado num ano de eleições presidenciais, deverá ser repleto de manifestações políticas. O mesmo ocorreu no Lollapalooza, em São Paulo, que teve momentos como a apoio de Pabllo Vittar a Lula - episódio que rendeu até controvérsia com o TSE.

Em entrevista para a Agência Brasil, o CEO do festival Luis Justo afirmou que o Rock in Rio "nunca teve e nunca terá nenhum tipo de posicionamento político".

Isso, no entanto, "não impede que pessoas tenham posicionamentos, [sejam] artistas ou público. É inerente à democracia e sempre esteve presente na história do festival".

Criado nos anos 1980, o Rock in Rio se converteu num símbolo da redemocratização do Brasil, como uma abertura do país aos grandes shows para uma geração ávida por liberdade de expressão.

Sustentabilidade e pandemia

Approach/Divulgação
ROCK IN RIO 2022 Nova edição será realizada entre os dias 2 e 11 de setembro - Approach/Divulgação
DIEGO PADILHA/I HATE FLASH/ROCK IN RIO
ROCK IN RIO 2022 Nova edição será realizada entre os dias 2 e 11 de setembro - DIEGO PADILHA/I HATE FLASH/ROCK IN RIO

Justo também adiantou que a novidade é que o palco será feito em aço, com estrutura reutilizada e 100% reciclável. Ele destaca que garantir a sustentabilidade e envolver todos os parceiros nessa política é uma das metas fixadas pelo festival.

Questionado sobre medidas de combate à pandemia de Covid-19, o CEO afirmou que a preocupação sempre foi segurança sanitária e alimentar, e que neste ano não seria diferente.

"Vemos o cenário atual com muita segurança e otimismo. Ainda está distante para definir quais as práticas serão tomadas, quais serão as normas sanitárias exigidas na época, mas nós com certeza teremos um foco maior nisso."

Comentários

Últimas notícias