TV Globo

Luciano Huck revela como está preparação para substituir Faustão aos domingos: "um privilégio enorme"

Em entrevista ao "Conversa com Bial" na madrugada desta quarta-feira (16), Huck comentou sobre a oportunidade de fazer um programa popular, divertido, emocionante e inspirador e esclareceu especulações de candidatura à Presidência da República

Ana Maria Miranda
Ana Maria Miranda
Publicado em 16/06/2021 às 7:03
Notícia
GABRIELA BILÓ/ESTADÃO CONTEÚDO
Luciano Huck negou que vá se candidatar à Presidência da República em 2022 - FOTO: GABRIELA BILÓ/ESTADÃO CONTEÚDO
Leitura:

O apresentador Luciano Huck confirmou que irá substituir Faustão na programação da TV Globo aos domingos. Em entrevista ao "Conversa com Bial" na madrugada desta quarta-feira (16), Huck comentou sobre a oportunidade de fazer um programa popular, divertido, emocionante e inspirador.

"Eu estou vendo esse desafio como o mais importante da minha carreira e vou dedicar cada dia, cada minuto para que ele seja um espelho da nossa sociedade e de tudo que a gente tem de bom", declarou.

Luciano Huck revelou que ainda não conversou com Fausto Silva sobre o assunto. Faustão passou quase uma semana internado após uma infecção urinária e não apresentou o programa no último domingo (13) pela primeira vez em 32 anos no ar, quando foi substituído por Tiago Leifert.

"É um privilégio ocupar o horário que ele construiu, asfaltou, plantou as árvores... É um privilégio enorme. Essa conversa vai ser boa no dia que acontecer, tenho certeza que vai ser uma conversa construtiva e de muito respeito", opinou Luciano.

Programa novo

Sobre a substituição de Faustão na programação, Huck afirmou que irá "contribuir para o País" estando nos domingos na Globo, "fazendo um programa que se conecte com as pessoas, que ouça as pessoas, que traga as pessoas de volta".

Luciano comparou ainda a elaboração do programa com a reforma de um avião durante o voo, "sem o passageiro perceber". O apresentador disse ainda que o programa será "do Brasil", quando perguntado sobre a sede da atração.

Candidatura à presidência

Durante o "Conversa com Bial", Luciano Huck ainda esclareceu as especulações que colocavam o nome dele como possível candidato à Presidência da República em 2022. "Eu nunca me lancei candidato a nada, não estaria retirando nada porque nunca me lancei. Eu posso explicar o que vem acontecendo da porta para dentro. Eu sou um homem da comunicação. Estou há 21 anos, literalmente, rodando o país inteiro por causa do 'Caldeirão do Huck' e isso me colocou diante de uma realidade muito forte, que é a realidade desse país. A televisão me proporcionou conhecer o país de um jeito muito profundo".

O apresentador do Caldeirão disse ainda que conhecer a realidade das pessoas o fez tentar "buscar soluções". "Eu adoro reunir ideias, pessoas, propor soluções. Minha trajetória até hoje não foi partidária, nem eleitoral, ela foi política. Porque a política transforma", disse.

Luciano Huck se disse impactado com o relacionamento com as pessoas, e que se transformou ao longo dos anos trabalhando com o público. Huck se disse contra a polarização na política e revelou que não deixará o debate público: "Eu vou estar para sempre nesse debate, enquanto a gente não resgatar a capacidade de dialogar, de construir juntos".

Apesar das declarações, o apresentador não descartou a possibilidade de se candidatar posteriormente, dizendo que "o futuro a Deus pertence". "Pra um cara como eu, que não tá na política, participar de uma eleição como candidato, é muito mais um chamamento da sociedade. Eu não tenho essa vaidade, eu não tenho esse desejo de poder. Eu sempre tive muita influência, mas eu nunca tive esse desejo incontrolável de poder. Eu sempre tive esse desejo incontrolável de participar", comentou.

Luciano Huck criticou ainda a atual situação do País, e revelou que votou em branco nas eleições de 2018: "O Brasil está sofrendo o que tá sofrendo hoje em dia porque não tem um projeto de país. Não existe vento bom com manual sem rumo".

Comentários

Últimas notícias