Empreendedorismo

Salões de beleza, barbearias e clínicas de estética terão linha de crédito especial em Pernambuco

A Agência de Empreendedorismo de Pernambuco vai oferecer a partir desta segunda-feira (1) empréstimos de até R$ 3 mil para quem atua no ramo da beleza e estética

Edilson Vieira
Edilson Vieira
Publicado em 29/05/2020 às 20:47
Notícia
Brenda Alcântara/JC Imagem
Pequenas empresas e autônomos como manicures, barbeiros, cabeleireiros e depiladoras podem se beneficiar com o empréstimo - FOTO: Brenda Alcântara/JC Imagem
Leitura:

A Agência de Empreendedorismo de Pernambuco (Age) começa a operar nesta segunda-feira (1) uma nova linha de crédito, voltada para microempresários que atuam nos ramos de salões de beleza, clínicas de estética e barbearias. No valor de até R$ 3 mil, a linha de crédito é válida tanto para pessoa jurídica como para pessoa física como manicures, depiladores, barbeiros e cabelereiros que atuam como autônomos.

Antonio Jácome, superintendente de pequenos negócios da Age explica que os empréstimos tomados neste mês de junho só deverão começar a serem pagos no próximo mês de outubro. “O prazo do financiamento é de até 12 meses, com três meses de carência, totalizando 15 meses na operação”, detalha. Segundo a Age, a taxa de juros é de 1,49% ao mês para quem quitar as parcelas até a data do vencimento. Quando houver atraso, os juros sobem para 2%, pois se perde o bônus de adimplência.

AJUDA

Cinthia Almeida, presidente do Sindicato Patronal dos Salões de Beleza de Pernambuco (Sinbeleza-PE), disse que o microcrédito foi um pedido da categoria a secretaria estadual do trabalho para ajudar a reduzir os prejuízos com a suspensão das atividades. “Nós fomos avisados que deveríamos fechar nossos estabelecimentos em 48 horas, antes do início do isolamento social. Além disso, pensávamos que o fechamento iria durar 15 ou 20 dias, mas já vamos com 70 dias sem poder trabalhar”, destacou Cinthia.

A presidente do Sinbeleza afirmou que o crédito irá ajudar com capital de giro principalmente aos empreendedores individuais que trabalham como MEI, pela Lei do Salão Parceiro, e dependem dos salões abertos para ter apoio. “Temos cerca de 43 mil salões de beleza cadastrados em Pernambuco. Deste total, 21 mil são microempresários individuais, mas muitos estão desistindo de continuar com seus negócios por dificuldades financeiras e por não terem acesso aos bancos, que são muito burocráticos na hora de conceder empréstimos”, reclama Cinthia.

O Sinbeleza acredita que o microcrédito vai colaborar para evitar o fechamento dos salões de beleza de pequeno porte e dar oportunidade de trabalho a muitos autônomos. “A retomada do comércio será lenta, a gente sabe, mas este é um dinheiro que vai ajudar ao setor a se reorganizar. Com menos burocracia, e uma carência confortável para começar a pagar”. Cinthia Almeida informa que o Sinbeleza-PE entregou ao Governo do Estado um protocolo de segurança, elaborado junto com o Sebrae, para ser aplicado na reabertura dos serviços de beleza. “O protocolo foi aprovado pelo governo e estamos à espera apenas da data da reabertura”. A presidente do sindicato disse ainda que a entidade está à disposição para fornecer informações aos profissionais sobre como ter acesso a linha de crédito da Age. O contato deve ser feito através do e-mail:contato.sinbeleza@outlook.com ou pelo celular (81) 99911-5566 , com Matheus Feitosa.

Divulgação
Cinthia Almeida, presidente do Sinbeleza-PE, afirma que a oferta de crédito pode evitar o fechamento de muitos estabelecimentos no Estado - Divulgação

Comentários

Últimas notícias