REIVINDICAÇÕES

Setor de eventos de Pernambuco organiza manifestação para pedir a volta das atividades

O protesto acontecerá no dia 1° de setembro

Rute Arruda
Rute Arruda
Publicado em 24/08/2020 às 15:54
Notícia

DIVULGAÇÃO
As atividades foram suspensas em março por causa da pandemia do novo coronavírus - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

atualizada às 18h04

No próximo dia 1° de setembro profissionais que trabalham com eventos em Pernambuco realizarão uma manifestação para pedir a volta das atividades presenciais do setor. A concentração acontecerá na Praça do Derby, área central do Recife, às 9h. De lá, os manifestantes seguirão em direção ao Palácio do Campo das Princesas, localizado no bairro de Santo Antônio, no Centro da capital pernambucana. Segundo a cerimonialista Tatiana Marques, presidente regional da Associação Brasileira de Eventos (Abeoc-PE), a categoria não entende "o 'não' do governo". "Nós precisamos retornar. Fizemos uma proposta muito lógica e muito equilibrada", comentou. 

>> Setor de eventos à espera do protocolo para tentar impulsionar o turismo

>> Profissionais protestam por retomada de eventos presenciais em Pernambuco

>> Pernambuco pode dar início à flexibilização para casamentos e eventos sociais em outubro

Em julho, foi enviado, segundo Tatiana, um protocolo para a retomada de Eventos MICE (Meetings/Encontros, Incentives/Incentivos, Conferences/Conferências, Exhibitions/Feiras). O plano, de acordo com a cerimonialista, contém medidas como o distanciamento social, a capacidade máxima reduzida e a obrigatoriedade de os profissionais passarem por treinamentos. "Nós não vamos trabalhar com a capacidade máxima do local e também o protocolo ele coloca começando aonde já está funcionando. Ou seja, hotéis já estão liberados. Então não há explicação", disse. 

Ainda segundo a presidente da Abeoc-PE, em julho, a gestão havia informado que a retomada das atividades aconteceria na segunda quinzena de agosto. "Eles tinham se comprometido a divulgar a retomada dos eventos, e que esses eventos seriam retomados até a segunda quinzena de agosto. Só que, na semana passada, o secretário Bruno Schwambach disse que os eventos permanecem na última fase", contou Tatiana, que garante que "milhares de pessoas" que trabalham com eventos foram afetadas no Estado. 

O Plano de Convivência com a covid-19, divulgado pelo governo de Pernambuco em junho, é dividido em onze etapas. Atualmente, a macrorregião I, que engloba a Região Metropolitana do Recife e as Zonas da Mata, está na fase 7, a mais avançada até o momento.

Nesta segunda-feira (24), as gerências regionais de saúde (Geres) VII e VII (Petrolina e Salgueiro), que fazem parte da macrorregião 4, entraram na fase 6. As macrorregiões 2 e 3, que compreendem o Agreste e parte do Sertão, estão na fase 6. A Geres de Araripina, que faz parte da macrorregião 4, está na etapa 4.

A presidente da Abeoc-PE afirmou que a expectativa para o dia 1° de setembro é que a categoria seja recebida pelo governador Paulo Câmara (PSB). "Nossa expectativa é que ele receba a gente e que ele escute diretamente o setor, os argumentos pelos quais a gente precisa voltar", completou. 

Procurado pela reportagem, o governo de Pernambuco informou, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, que o retorno do setor está previsto para a etapa 10 do plano e que "se mantém em constante diálogo com os representantes do setor para que o retorno, quando estipulado em cronograma, seja feito de forma gradual e segura para toda a população". Leia a íntegra da nota:

"A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco informa que o retorno do setor de eventos, mediante a adoção de novos protocolos, está previsto para a etapa 10 do Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19, lançado em 1º de junho.

O Governo do Estado se mantém em constante diálogo com os representantes do setor para que o retorno, quando estipulado em cronograma, seja feito de forma gradual e segura para toda a população.

A Secretaria reforça ainda que o plano, dividido em 11 etapas, evolui segundo o comportamento da pandemia em solo pernambucano. Atualmente, 97% dos VABs (Valor Adicionado Bruto) da economia estadual já retornaram às atividades."

Já a Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco informou que, apesar da previsão ser o retorno na etapa 10, há uma tentativa de que haja uma antecipação para a fase 9. 


 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias